Participamos do

Colômbia vacinará crianças entre 3 e 11 anos com Sinovac

O governo federal pretende imunizar cerca de 7 milhões de crianças dessa faixa etária com o objetivo de garantir o retorno seguro às salas de aula. A China e o Chile também autorizaram o uso do imunizante em menores de idade
22:05 | Out. 29, 2021
Autor AFP
Tipo Notícia

A partir deste final de semana, a Colômbia vacinará contra a Covid-19 crianças entre 3 e 11 anos com o imunizante chinês da Sinovac. "A partir de 31 de outubro (...) abriremos a vacinação contra a Covid-19 a meninas e meninos de 3 a 11 anos, com a vacina da Sinovac", anunciou no Twitter o presidente Iván Duque.

"O objetivo é vacinar aproximadamente 7,1 milhões de crianças nessa faixa etária", afirmou o ministro da Saúde, Fernando Ruiz. Embora as crianças mais novas tenham menos probabilidade de desenvolver formas graves da Covid-19, elas ainda podem ficar doentes e transmitir o vírus para o resto da população.

Imunizá-los permitirá "seu retorno seguro às salas de aula", observou Ruiz. Segundo o governo, 95% das escolas de ensino fundamental e médio já abriram suas portas neste país de 50 milhões de habitantes. Depois de superar seu pior pico do coronavírus entre abril e junho deste ano, a Colômbia vive uma atenuação da pandemia.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Os oito milhões de habitantes da capital Bogotá se preparam para a volta dos eventos de massa sem restrição de lotação em meados de novembro. Para autorizar a vacinação de crianças, o Ministério da Saúde "partiu do passe livre dado pelo Invima", o regulador de medicamentos da Colômbia, explicou Ruiz. A Sinovac "provou ser uma vacina segura", garantiu.

A China e o Chile também autorizaram o uso do imunizante em menores de idade. No total, 21 milhões de colombianos foram imunizados contra o coronavírus. Apenas 6% da população afirma não ter intenção de se vacinar, de acordo com o Departamento Administrativo Nacional de Estatística (Dane). Proporcionalmente a sua população, a Colômbia é o quarto país da América Latina com mais mortes pelo vírus, atrás do Peru, Brasil e Argentina.

Tenha acesso a todos os colunistas. Assine O POVO+ clicando aqui

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags