Participamos do

Taxa de positividade e médias de casos e mortes segue caindo em Fortaleza

A Secretaria Municipal da Saúde alerta, no entanto, que ainda há transmissão comunitária, ainda que limitada, e a incidência deve ser monitorada de forma rigorosa
23:59 | Out. 08, 2021
Autor Leonardo Maia
Foto do autor
Leonardo Maia Estagiário
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A média móvel de casos e mortes por Covid-19 segue caindo em Fortaleza, aponta boletim epidemiológico divulgado nesta sexta-feira, 8, pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Em relação aos óbitos, a média registrada em relação aos últimos sete dias é de 0,3. Em setembro, o mesmo indicador variou entre 0,5 e 1,5, com intervalo de 10 dias sem registro de mortes.

Já quando se considera o número de infecções, a média atual é de 2,4 — valor 90% inferior ao registrado há duas semanas. Esse indicador caiu de forma progressiva durante o mês de setembro, segundo o órgão municipal. Outro dado que continua regredindo na Cidade é a taxa de positividade de exames RT-PCR, considerado o mais confiável para identificar a doença: entre os dias 1º e 7 de outubro foi de 1,3%, enquanto na semana anterior foi de 2,2%.

A pasta municipal aponta que a situação epidemiológica atual se assemelha com um platô, quando a curva de evolução dos casos aproxima-se de uma reta, e tem características parecidas com o fim do ciclo epidêmico identificado em agosto de 2020. “Agora, no entanto, a diminuição das fatalidades é potencializada pela vacinação de um grande contingente populacional”, enfatiza a secretaria.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

A SMS pondera, porém, que ainda há transmissão comunitária, mesmo que limitada, da doença, e houve introdução da variante Delta. “Por essa razão, a incidência deve ser rigorosamente monitorada”, alerta o documento, apesar da diminuição gradual e significativa dos casos novos.

>> Leia a íntegra do documento: Clique aqui para baixar o PDF.

Colunistas sempre disponíveis e acessos ilimitados. Assine O POVO+ clicando aqui.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags