Participamos do

UTI Covid: 92 pessoas estão internadas no Ceará; taxa de ocupação é de 31,62%

Conforme o IntegraSUS, da Sesa, 25 hospitais têm oferta de leitos UTI Covid. Ao todo, são 257 unidades de alta complexidade disponíveis para pacientes infectados com a Covid-19
20:44 | Out. 04, 2021
Autor Ana Rute Ramires
Foto do autor
Ana Rute Ramires Repórter da editoria de Cidades
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Em redução progressiva da ocupação há quatro meses, a taxa de ocupação dos leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) destinados para pacientes com Covid-19 é de 31,62% no Ceará. Apesar de a situação ser bem menos grave quando comparada aos meses anteriores, o vírus ainda circula e alguns casos ainda precisam de atendimento de alta complexidade. Atualmente, 92 pessoas estão internadas em UTIs no Estado.

Informações são de balanço do IntegraSUS, plataforma de transparência da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), atualizada às 18h03min desta segunda-feira, 4. Do total de pacientes hospitalizados em leitos do tipo, 78 são adultos, 13 são crianças e um é recém-nascido. Das 48 unidades hospitalares que constam no sistema, 25 têm leitos UTI Covid ativos.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Destes equipamentos, 17 hospitais têm pacientes internados. Considerando os diferentes tipos de leitos, a maior taxa de ocupação é entre leitos pediátricos, com 43,33% da oferta preenchida. Os leitos adultos estão com 30,35% de ocupação. No caso da UTI neonatal, a taxa é de 25%. Não há mais leitos de UTI ativos e destinados especificamente para gestantes com o vírus, segundo o IntegraSUS.

Ao todo, 257 leitos são destinado especificamente para tratamento de pacientes com a infecção. A maior oferta de unidades do tipo atualmente é registrada no Hospital Leonardo da Vinci (HELV) — unidade de referência para tratamento contra a Covid-19 no Estado — e no Hospital de Campanha Dr Francisco Alves, em Sobral, com 30 leitos, cada.

Balanço 

No Ceará, a fila de espera por leitos específicos de atendimento Covid-19 tem 12 pessoas. Desses pacientes, dez aguardam para serem encaminhados a um leito de enfermaria e dois esperam para serem transferidos a uma UTI. Em abril deste ano, essa fila chegou de ter mais de mil pessoas na espera.

Conforme a Sesa, a rede estadual de saúde abriu UTIs exclusivas para atender a pacientes com a doença em todas as regiões do Estado. No pico da segunda onda, o Ceará registrou um total de 5.205 leitos exclusivos para diagnosticados com Covid-19, sendo 3.858 de leitos de enfermaria e mais 1.347 de UTI.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags