Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Vacinação em Fortaleza: veja lista de agendados nesta terça (17/08)

Prefeitura planeja vacinar 29 mil pessoas do público geral com a primeira dose nesta terça-feira, 17
21:13 | Ago. 16, 2021
Autor Redação O POVO
Foto do autor
Redação O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Cerca de 29.300 pessoas estão agendadas para receber a primeira dose (D1) da vacina contra a Covid-19 nesta terça-feira, 17, em Fortaleza. De acordo com lista divulgada pela Prefeitura de Fortaleza, serão vacinados adultos sem comorbidades com 19 anos, nascidos até outubro de 2002. É possível conferir o próprio agendamento, individualmente, por meio da plataforma Vacine Já ou pelo site da Prefeitura de Fortaleza específico sobre Coronavírus. Todos os nomes dos vacinados também são divulgados pela Prefeitura por meio de listas em PDF no site oficial da gestão. 

>> Confira lista da população em geral agendada (D1) para terça (17/8)

Até esta terça-feira, 16, 687.185 fortalezenses completaram o esquema vacinal contra a Covid-19, por meio da aplicação de duas doses ou com o imunizante de dose única, e garantiram uma maior proteção da doença. Com pelo menos uma das doses, o total de vacinados é de cerca de 2,3 milhões de pessoas. As informações foram divulgadas no Vacinômetro da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa).

LEIA TAMBÉM | O que fazer se perdi agendamento de primeira ou segunda dose em Fortaleza?

O que levar para a vacinação

No ato da vacinação será necessário, obrigatoriamente, apresentar documento de identidade original com foto, Cartão Nacional de Saúde (CNS) ou CPF e comprovante de endereço no município de Fortaleza, pois serão contemplados apenas residentes da Capital.

Como saber se estou agendado? 

1) Para os fortalezenses, é possível consultar as listas diárias de vacinação publicadas no site Coronavírus Fortaleza e também conferir o cadastro pelo site Vacine Já (vacineja.sepog.fortaleza.ce.gov.br/);

2) No site Vacine Já, digite seu CPF, sua data de nascimento e o código solicitado. A seguir, clique em "Consultar". O sistema vai mostrar seus dados cadastrados e, se o agendamento estiver disponível, vai indicar seu horário e local de vacinação;



3) Quem não reside em Fortaleza deve lembrar que cada município possui uma logística própria de agendamento na vacinação da Covid-19 a partir dos dados do Saúde Digital. Por isso, é importante buscar os canais de comunicação da secretaria municipal de saúde da sua cidade e acompanhar como está o calendário de vacinação onde você mora. Confira no portal da Associação dos Municípios do Estado do Ceará (Aprece) os sites de cada prefeitura do Ceará.

Como fazer o cadastro no Saúde Digital? 

No Ceará, é preciso realizar o cadastro na plataforma Saúde Digital para a vacinação contra a Covid-19. O POVO explica como fazer o cadastro na plataforma.

1) Para se cadastrar, é preciso acessar o site Saúde Digital (vacinacaocovid.saude.ce.gov.br/) e clicar em "Ainda não tenho cadastro";


Cadastro de vacinação no Ceará contra Covid-19.
Cadastro de vacinação no Ceará contra Covid-19. (Foto: Reprodução/Site Saúde Digital)


2) Serão solicitadas informações básicas, como país de origem, CPF, nome completo, data de nascimento, nome da mãe, telefone para contato, sexo, raça/cor e informações profissionais. O fornecimento do Cartão Nacional de Saúde (CNS) é opcional;


Para se cadastrar, é necessário preencher os campos com dados pessoais.
Para se cadastrar, é necessário preencher os campos com dados pessoais. (Foto: Reprodução/ Saúde Digital)


3) A próxima fase pede dados de saúde para identificar se a pessoa faz parte de grupos prioritários. Também é questionado se você teve Covid-19 recentemente;


Na segunda etapa, são perguntadas informações sobre a classificação da pessoa em grupos prioritários.
Na segunda etapa, são perguntadas informações sobre a classificação da pessoa em grupos prioritários. (Foto: Reprodução/ Saúde Digital)


4) A última etapa do processo pede o endereço de residência da pessoa, que servirá de base para o agendamento no município de aplicação da vacina;


Na tela seguinte, é necessário fornecer dados sobre o endereço de residência.
Na tela seguinte, é necessário fornecer dados sobre o endereço de residência. (Foto: Reprodução/ Saúde Digital)


5) Após o preenchimento de todos os dados, será aberta uma página para a confirmação de todos os dados. Nela, a pessoa deve criar uma senha de acesso e informar um e-mail;

6) A Secretaria da Saúde enviará um link de confirmação do cadastro para o e-mail fornecido.

LEIA MAISPasso a passo: como se cadastrar para a vacinação contra a Covid-19 no Ceará

O que fazer se o e-mail de confirmação do cadastro não chegar?

Primeiro, confira todas as caixas do seu e-mail, como "spam" e "lixeira". Caso não encontre a mensagem, a Sesa disponibiliza o telefone gratuito 0800 275 1475 para questionamentos sobre o Cadastro Estadual de Vacinação. No site da Sesa e do Governo do Ceará, está disponível também o assistente virtual "Plantão Coronavírus".

Caso a dúvida seja relacionada à imunização em Fortaleza, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) disponibiliza o número 156.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Brasil registra 434 mortes e 14.471 casos nas últimas 24 horas

Boletim
20:00 | Ago. 16, 2021
Autor Lara Vieira
Foto do autor
Lara Vieira Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Um total de 434 mortes em decorrência da Covid-19 foram registradas nas últimas 24 horas. Os dados foram divulgados pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde nesta segunda-feira, 16, às 18 horas. Durante o período, também foram notificados 14.471 novos casos de contágio pela doença. Atualmente, o Brasil registra um total 20.378.570 casos de contágio, além de acumular 569.492 vítimas da doença. 

Nos últimos sete dias, a média móvel de óbitos se encontra em 847, enquanto que a média de casos se encontra em 28.688. Em número total de mortes, São Paulo continua como o estado brasileiro com maior registros, com 142.609 casos. Em seguida, vem os estados do Rio de Janeiro, com 60.655 óbitos, e Minas Gerais, com 51.970.

A taxa de letalidade em todo território nacional é de 2,8%. Dentre os estados, o maior índice registrado é no Rio de Janeiro, com taxa de 5,6%. O Ceará é o segundo estado do Nordeste e o sétimo do Brasil a registrar mais mortes desde o início da pandemia. Nesta segunda-feira, 16, a plataforma IntegraSUS, da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), registrou um total de 23.829 óbitos e 926.380 casos da doença.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Covid-19: casos somam 20,37 milhões e mortes, 569,4 mil

Saúde
18:48 | Ago. 16, 2021
Autor Agência Brasil
Foto do autor
Agência Brasil Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O total de pessoas que pegaram covid-19 desde o início da pandemia chegou hoje a 20.378.570. Em 24 horas, foram registrados 14.471 novos casos. A incidência do vírus no país (número de casos por 100 mil habitantes) está em 9.697,3.

Ainda há 553.151 casos em acompanhamento. O nome é dado para pessoas cuja condição de saúde é observada por equipes de saúde e que ainda podem evoluir para diferentes quadros, inclusive graves.

O total de pessoas que perderam a vida para a covid-19 alcançou 569.492. Entre ontem e hoje, as autoridades de saúde confirmaram 434 novas mortes por covid-19. 

O índice de mortalidade (quantidade de óbitos por 100 mil habitantes) é de 271.  As autoridades de saúde investigam 3.562 falecimentos para avaliar se foram resultados da covid-19.

O número de pessoas que se recuperaram da covid-19 foi para 19.255.927.

Boletim de covid-19 de 16/08/2021.

As informações estão no balanço diário do Ministério da Saúde, divulgado nesta segunda-feira (16). A atualização consolida informações disponibilizadas pelas secretarias estaduais de saúde sobre casos de covid-19 e mortes associadas à doença.  

Os dados em geral são menores aos domingos e segundas-feiras em razão da dificuldade de alimentação do sistema pelas secretarias estaduais. Já às terças-feiras os resultados tendem a ser maiores pela regularização dos registros acumulados durante o fim-de-semana.

Estados

No topo do ranking de mortes por estado estão São Paulo (142.609), Rio de Janeiro (60.655), Minas Gerais (51.970), Paraná (36.535) e Rio Grande do Sul (33.768). O estados com menos mortes são Acre (1.808), Roraima (1.917), Amapá (1.936), Tocantins (3.621) e Alagoas (5.966).

Vacinação

O Ministério da Saúde distribuiu 203,9 milhões de vacinas para todos os estados brasileiros e para o DF. Foram aplicadas 115 milhões de primeiras doses e 49 milhões de pessoas completaram o calendário vacinal.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Covid-19: capitais vacinam pessoas a partir dos 18 anos

Saúde
18:03 | Ago. 16, 2021
Autor Agência Brasil
Foto do autor
Agência Brasil Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Nesta terça-feira (17) o Distrito Federal começa a vacinar pessoas com idades a partir de 18 anos. Será mais uma capital a avançar para a vacinação dos jovens, prevista no Programa Nacional de Imunizações (PNI). Para além de Brasília, outras capitais também avançaram para a faixa dos 18 anos e até menos.

Boa Vista (RR) começou a vacinar adolescentes de 12 a 17 anos. Nesta segunda-feira (16) foi liberada a aplicação para jovens com 17 anos, que seguirá até amanhã (17). Também foram convidadas para a imunização gestantes e puérperas.

A prefeitura de Macapá (AP) aplicará nesta terça-feira (17) a primeira dose em adolescentes com idades entre 12 e 15 anos com comorbidades, transtorno de espectro autista e síndrome de down, e segunda dose para o público das faixas de 18 anos ou mais.

Em São Paulo, o público com 18 anos ou mais começou a ser vacinado no que foi chamado pela prefeitura de uma Virada da Vacina no fim-de-semana, que durou da noite de sábado até a tarde de domingo. Nesta segunda-feira continuou a aplicação da repescagem de quem tem 18 anos e das demais idades acima, além da segunda dose.

Em Campo Grande (MS), ontem (15) houve plantão para imunização de pessoas com 17 anos ou mais, bem como para a segunda dose de quem recebeu os imunizantes da Pfizer ou da CoronaVac. Foi exigido cadastro prévio para obter a aplicação.

Em Manaus a campanha de imunização chegou aos adolescentes. Na semana passada foi feito um mutirão para a vacinação de adolescentes começando na última sexta-feira (13). Nesta segunda-feira (16) está sendo aplicada somente a segunda dose. A partir de amanhã (17) será retomada a primeira dose para adolescentes e faixas etárias acima de 18 anos.

O cenário é semelhante em São Luís (MA). A capital maranhense anunciou o início da vacinação de adolescentes, de 12 a 17 anos, no início da semana passada. A cidade recebeu doses extras em razão do esforço de proteção contra a disseminação da variante delta.

Belém liberou a vacinação de pessoas com idades a partir de 18 anos no dia 7 de agosto. Na quinta (12) e sexta (13) da semana passada e hoje a campanha está disponibilizando apenas a segunda dose da Pfizer e da AstraZeneca.

Na semana passada, a prefeitura do Recife iniciou o agendamento para pessoas a partir de 18 anos. Segundo cálculos da administração municipal, 100 mil recifenses estão no público entre 18 e 22 anos, que foi liberado para marcar a imunização. O agendamento é feito pelo site conectarecife.recife.pe.gov.br.

A prefeitura da capital pernambucana abriu cadastro para crianças a partir de 2 anos. No anúncio, feito na última sexta (13), não houve informação sobre quais faixas serão imunizadas, mas a medida foi colocada como forma da prefeitura planejar o avanço da campanha de imunização com a abertura de novas faixas etárias. O cadastro é realizado pelo mesmo site.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Fiocruz vai fabricar 60 milhões de testes de antígeno para covid-19

Saúde
17:28 | Ago. 16, 2021
Autor Agência Brasil
Foto do autor
Agência Brasil Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) anunciou, hoje (16), que vai produzir 60 milhões de testes de antígeno para o diagnóstico da covid-19 no Sistema Único de Saúde (SUS). Segundo a fundação, a iniciativa terá investimento de cerca de R$ 1,2 bilhão, e o montante de testes a ser fabricado poderá ser entregue ao Ministério da Saúde até o final deste ano.

Além de fabricar os testes, a Fiocruz será responsável por treinar equipes e prestar assistência técnica e científica nas localidades definidas pelo governo federal. A presidente da Fiocruz, Nísia Trindade, disse que a contribuição será mais uma forma de a instituição pôr sua capacidade tecnológica e de produção à disposição da saúde pública brasileira.

A fundação já fornece testes moleculares (RT-PCR) ao SUS e continuará a produzi-los. Ao todo, a fundação entregou 11,7 milhões de testes RT-PCR em um primeiro contrato e firmou novo acordo para disponibilizar mais 13,7 milhões.

O teste RT-PCR é considerado o padrão ouro para a detecção do SARS-CoV-2, e suas amostras também são importantes para o monitoramento das variantes, uma vez que contêm o material genético do vírus e podem ser usadas para o sequenciamento. O teste precisa ser enviado a laboratórios especializados, onde o processamento pode levar algumas horas e depende de equipamentos sofisticados.

O teste de antígeno, por sua vez, pode ser processado no próprio local da coleta, em um procedimento que pode durar apenas 15 minutos para mostrar o resultado. A sensibilidade do teste é menor que a do RT-PCR, mas também é considerada alta, com potencial acima de 95%.

Em entrevista à Agência Fiocruz de Notícias, o vice-presidente de Produção e Inovação em Saúde da Fiocruz, Marco Krieger, explicou que ampliar a testagem no país permitirá identificar rapidamente os infectados e adotar uma estratégia de rastreamento de seus contatos.

"Com isso, as autoridades de saúde podem fazer uma intervenção mais efetiva e direcionada, detectando e isolando os infectados e interrompendo a cadeia de transmissão do vírus", disse Krieger.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Glória Menezes tem alta após internação por covid-19

Geral
16:49 | Ago. 16, 2021
Autor Agência Brasil
Foto do autor
Agência Brasil Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A atriz Glória Menezes, de 86 anos, teve alta nesta segunda-feira (16), após internação para tratamento contra covid-19. Ela estava internada desde o dia 6 de agosto no Hospital Albert Einstein, na capital paulista.

No período em que ficou no hospital, a atriz teve sintomas leves e realizou tratamento em um quarto. Já seu marido, o ator Tarcísio Meira, que morreu na última quinta-feira (12) vítima de covid-19, chegou a ser internado em unidade de terapia intensiva (UTI).

Tarcísio Meira tinha 85 anos e estava internado, também desde 6 de agosto, devido a complicações da covid-19. O ator recebeu muitas premiações importantes ao longo da carreira e teve grande reconhecimento do público, sendo um dos atores mais conhecidos do Brasil. Ele se casou com Glória Menezes em 1962.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags