Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Brasil registra 389 mortes e 15.143 casos nas últimas 24 horas

O País apresenta um total de 19.953.501 casos de contágio, além de 557.223 de pessoas vitimadas pela doença. A taxa de letalidade em todo o território nacional é 2,8%
20:01 | Ago. 02, 2021
Autor - Lara Vieira
Foto do autor
- Lara Vieira Autor
Tipo Notícia

Um total de 389 mortes em decorrência da Covid-19 foram registradas nas últimas 24 horas. Os dados foram divulgados pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde nesta segunda-feira, 2, às 18 horas. Durante o período, também foram notificados 15.143 novos casos de contágio pela doença. Atualmente, o Brasil registra um total 19.953.501 casos de contágio, além de acumular 557.223 vítimas da doença. 

Nos últimos sete dias, a média móvel de óbitos se encontra em 960, enquanto que a média de casos se encontra em 35.120. Em número total de mortes, São Paulo continua como o estado brasileiro com maior registros, com 139.059 casos. Em seguida, vem os estados do Rio de Janeiro, com 59.375 óbitos, e Minas Gerais, com 50.628.

A taxa de letalidade em todo território nacional é de 2,8%. Dentre os estados, o maior índice registrado é no Rio de Janeiro, com taxa de 5,7%. O Ceará é o segundo estado do Nordeste e o sétimo do Brasil a registrar mais mortes desde o início da pandemia. Segundo dados da plataforma IntegraSUS, da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), atualizados esta segunda-feira, 2, às 9h10min, o Estado soma 919.544 casos confirmados de Covid-19 e 23.528 mortes pela doença.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Covid-19: em 24 horas, Brasil registra 910 mortes

Saúde
20:07 | Jul. 31, 2021
Autor Agência Brasil
Foto do autor
Agência Brasil Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O total de vidas perdidas para a Covid-19 subiu para 556.370. Em 24 horas, foram confirmadas 910 mortes em decorrência da doença. Já a soma de pessoas com confirmação da infecção desde o início da pandemia foi para 19.917855. Entre essa sexta-feira, 30, e este sábado, 31, as autoridades de saúde registraram 37.582 novos casos da doença. 

Ainda há 741.943 casos em acompanhamento. O dado se refere a pessoas cuja condição de saúde é observada por equipes de saúde e que ainda podem evoluir para diferentes quadros, inclusive graves. O número de pessoas que se recuperaram da covid-19 chegou a 18.619.542

Os dados estão na atualização diária sobre a pandemia do Ministério da Saúde, divulgada pela pasta neste sábado. O balanço reúne os registros levantados pelas secretarias estaduais de saúde sobre casos e mortes relacionados à Covid-19.

Estados

No topo do ranking de mortes por estado estão São Paulo (138.996), Rio de Janeiro (59.269), Minas Gerais (50.461), Paraná (35.233) e Rio Grande do Sul (33.334). Os estados com menos mortes são Acre (1.799), Roraima (1.855), Amapá (1.907), Tocantins (3.512) e Alagoas (5.809).

Vacinação

O Brasil chegou a 100 milhões de pessoas imunizadas ao menos com a primeira dose da vacina contra a Covid-19. De acordo com o Ministério da Saúde, mais de 62% da população já recebeu ao menos uma dose.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Média móvel de casos e óbitos segue caindo em Fortaleza desde março deste ano

Coronavírus
20:42 | Jul. 30, 2021
Autor Leonardo Maia
Foto do autor
Leonardo Maia Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A média móvel de casos e mortes em decorrência da Covid-19 continua caindo em Fortaleza. De acordo com dados divulgados em boletim epidemiológico divulgado nesta sexta-feira, 30, a redução é de 35% em relação aos óbitos e de 63,5% para as contaminações. A comparação é realizada com o que foi registrado há duas semanas, ainda que os especialistas da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) enfatizem que os números podem se relacionar ao retardo na confirmação dos casos mais recentes. Os dois indicadores seguem caindo semanalmente nas análises dos boletins desde o dia 12 de março deste ano.

Outro indicador que também apresenta redução é a proporção de positividade das amostras RT-PCR, considerada a forma mais eficaz para se detectar a doença. O número foi de 5,9% entre os dias 23 e 29 de julho, dois pontos percentuais abaixo ao calculado na semana anterior. No período em que foi registrado o maior número de casos na Capital desde o início da pandemia, na segunda quinzena de março deste ano, o índice superou os 45%.

Em relação aos óbitos, o documento aponta que há uma “queda consistente na média móvel” e explica que a partir de agora é provável que haja uma desaceleração do ritmo de redução. A razão é que o patamar de incremento diário de óbitos passou a ser inferior a cinco mortes. No total, 9.520 fortalezenses morreram em decorrência da Covid-19, sendo 27% dos óbitos confirmados na população entre 20 e 59 anos.

O crescimento das mortes do que se convencionou chamar de “segunda onda” da doença começou em dezembro do ano passado, quando observou-se uma alteração no padrão de estabilidade da curva epidêmica. A partir de então, o crescimento exponencial mais evidente aconteceu nos meses de março e abril de 2021 e em maio iniciou-se uma diminuição das fatalidades diárias. A tendência foi ampliada no mês de junho e perdura até esta semana.

>> Leia a íntegra do boletim divulgado pela SMS nesta sexta-feira:  Clique aqui para baixar o PDF.

Confira números divulgados no boletim:

- Média móvel de casos

Últimos sete dias: 50,7
Há duas semanas: 139,1

- Média móvel de mortes

Últimos sete dias: 2,6
Há duas semanas: 4

- Número de mortes por mês (2021)

Janeiro: 240
Fevereiro: 528
Março: 1.588
Abril: 1.468
Maio: 777
Junho: 270
Julho: 84 (até o dia 29)

- Taxa de mortalidade* por regional (desde o início da pandemia)

Regional I: 348,4
Regional II: 414,4
Regional III: 354,2
Regional IV: 420
Regional V: 351,1
Regional VI: 286,7

*Taxa de Mortalidade acumulada por bairro = Número total de mortes do bairro/População do bairro x 100.000 habitantes


Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Brasil registra 963 mortes e 40.904 casos nas últimas 24 horas

Boletim
19:47 | Jul. 30, 2021
Autor Lara Vieira
Foto do autor
Lara Vieira Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Um total de 963 mortes em decorrência da Covid-19 foram registradas nas últimas 24 horas. Os dados foram divulgados pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde nesta sexta-feira, 30, às 18 horas. Durante o período, também foram notificados 40.904 novos casos de contágio pela doença. Atualmente, o Brasil registra um total 19.880.273 casos de contágio, além de acumular 555.460 vítimas da doença. 

Nos últimos sete dias, a média móvel de óbitos se encontra em 1.017, enquanto que a média de casos se encontra em 35.404. Em número total de mortes, São Paulo continua como o estado brasileiro com maior registros, com 138.702 casos. Em seguida, vem os estados do Rio de Janeiro, com 59.110 óbitos, e Minas Gerais, com 50.346.

A taxa de letalidade em todo território nacional é de 2,8%. Dentre os estados, o maior índice registrado é no Rio de Janeiro, com taxa de 5,7%. O Ceará é o segundo estado do Nordeste e o sétimo do Brasil a registrar mais mortes desde o início da pandemia. Segundo dados da plataforma IntegraSUS, da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), atualizados esta sexta-feira, 30, às 9h7min, o Estado soma 918.377 casos confirmados de Covid-19 e 23.497 mortes pela doença.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Brasil registra 1.318 mortes e 42.283 casos nas últimas 24 horas

Boletim
19:19 | Jul. 29, 2021
Autor Lara Vieira
Foto do autor
Lara Vieira Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Um total de 1.318 mortes em decorrência da Covid-19 foram registradas nas últimas 24 horas. Os dados foram divulgados pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde nesta quinta-feira, 29, às 18 horas. Durante o período, também foram notificados 42.283 novos casos de contágio pela doença. Atualmente, o Brasil registra um total 19.839.369 casos de contágio, além de acumular 554.497 vítimas da doença. 

Nos últimos sete dias, a média móvel de óbitos se encontra em 1.069, enquanto que a média de casos se encontra em 45.094. Em número total de mortes, São Paulo continua como o estado brasileiro com maior registros, com 138.436 casos. Em seguida, vem os estados do Rio de Janeiro, com 58.973 óbitos, e Minas Gerais, com 50.225.

A taxa de letalidade em todo território nacional é de 2,8%. Dentre os estados, o maior índice registrado é no Rio de Janeiro, com taxa de 5,7%. O Ceará é o segundo estado do Nordeste e o sétimo do Brasil a registrar mais mortes desde o início da pandemia. Segundo dados da plataforma IntegraSUS, da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), atualizados esta quinta-feira, 29, às 13h30min, o Estado soma 917.645 casos confirmados de Covid-19 e 23.488 mortes pela doença.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Brasil registra 578 mortes e 18.999 casos nas últimas 24 horas

Boletim
19:26 | Jul. 28, 2021
Autor Lara Vieira
Foto do autor
Lara Vieira Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Um total de 1.344 mortes em decorrência da Covid-19 foram registradas nas últimas 24 horas. Os dados foram divulgados pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde nesta quarta-feira, 28, às 18 horas. Durante o período, também foram notificados 48.013 novos casos de contágio pela doença. Atualmente, o Brasil registra um total 19.797.086 casos de contágio, além de acumular 553.179 vítimas da doença. 

Nos últimos sete dias, a média móvel de óbitos se encontra em 1.082, enquanto que a média de casos se encontra em 46.162. Em número total de mortes, São Paulo continua como o estado brasileiro com maior registros, com 138.101 casos. Em seguida, vem os estados do Rio de Janeiro, com 58.766 óbitos, e Minas Gerais, com 50.059.

A taxa de letalidade em todo território nacional é de 2,8%. Dentre os estados, o maior índice registrado é no Rio de Janeiro, com taxa de 5,7%. O Ceará é o segundo estado do Nordeste e o sétimo do Brasil a registrar mais mortes desde o início da pandemia. Segundo dados da plataforma IntegraSUS, da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), atualizados esta quarta-feira, 26, às 15h48min, o Estado soma 916.994 casos confirmados de Covid-19 e 23.465 mortes pela doença.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags