PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Ceará tem 54% das UTIs adulto ocupadas por pacientes com Covid-19

O monitoramento leva em consideração hospitais públicos e privados

Gabriela Almeida
19:08 | 28/07/2021
Ocupação de leitos de alta complexidade não é tão baixa desde o dia 24 de dezembro (Foto: JÚLIO CAESAR)
Ocupação de leitos de alta complexidade não é tão baixa desde o dia 24 de dezembro (Foto: JÚLIO CAESAR)

O estado do Ceará tem 54,16% das Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) adulto ocupadas por pacientes com Covid-19, conforme informações divulgadas no IntegraSUS, plataforma da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), com base em dados colhidos até às 17h05min desta quarta-feira, 28. O monitoramento leva em consideração hospitais públicos e privados.

A média geral de ocupação das UTIs, voltadas para o atendimento de casos mais graves da Covid-19, é de 50,89%. O maior índice é registrado na ala adulto (54,16%), sendo seguida pela ala infantil, ocupada em 38,64%. UTI neonatal tem ocupação de 5% e a de gestante não recebeu atualização no sistema. 

LEIA MAIS | Covid-19: Adolescentes entre 12 a 17 anos serão incluídos na vacinação

Repescagem de faltosos em Fortaleza está paralisada; Prefeitura aguarda novas doses de vacina

O índice de ocupação das enfermarias, que recebem pacientes com sintomas menos graves da doença pandêmica, está em 23,53%. A ala que apresenta o maior percentual de ocupação é a infantil: 41,59% Em seguida vem a adulto (20,23%) e a gestante (5,26%). Neonatal não foi atualizada.

Das regiões de saúde do Estado, o Litoral Leste Jaguaribe é a que apresenta a maior taxa de ocupação das "UTIs Covid", como é chamado equipamentos desse porte, de 65%. Na demais regiões a média é de: Sertão Central (53,33%), Cariri (52,99%), Fortaleza (50,59%) e Sobral (46,28%).

Em todo Ceará, 32 pessoas aguardam na fila de espera por leitos específicos de tratamento da doença, conforme dados colhidos até às 13h07min de hoje. Desses pacientes, 27 esperam pela transferência a enfermarias e cinco aguardam para serem levados a uma UTI.

TAGS