Participamos do

Covid-19: positividade de exames salta de 32% para 47% em Fortaleza, aponta boletim

O número de casos e óbitos seguem em queda na Capital, com redução de 72% e 62%, respectivamente, comparados à média móvel de duas semanas atrás. Uma a cada quatro mortes na Capital aconteceram na faixa etária de 20 a 59 anos
23:33 | Mai. 07, 2021
Autor Leonardo Maia
Foto do autor
Leonardo Maia Estagiário
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A positividade de exames RT-PCR em Fortaleza chegou a 46,9%, representando aumento de 15 pontos percentuais em sete dias, conforme aponta boletim epidemiológico divulgado na noite desta sexta-feira, 7, pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Isso significa que a cada 100 testes feitos na Capital, 47 deram positivo. Análise anterior indicava que a porcentagem estava em 32,3%.

A média móvel de casos e mortes entre 30 de abril e 6 de maio — período analisado pelo documento — diminuiu em relação ao calculado duas semanas atrás. Em relação aos óbitos, houve redução de 62%, já os casos confirmados caíram 72%.

>> Acesse a íntegra do boletim divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde de Fortaleza (SMS)  Clique aqui para baixar o PDF.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Neste ano, o número de casos passou a crescer exponencialmente entre fevereiro e até pelo menos a primeira semana de março. Em abril, houve um breve aumento de casos, mas logo a tendência de declínio voltou, ainda que oscilações tenha sido registradas.

O boletim considera ainda que esse aumento verificado no mês passado não está associado ao processo de reabertura das atividades econômicas, iniciado em 12 de abril. Os técnicos ponderaram, no entanto, que a incidência de casos deve ser “rigorosamente monitorada”, especialmente devido à “elevada positividade” dos exames RT-PCR.

 

Em relação aos óbitos, é assinalada uma desaceleração no número diário de fatalidades. Entre fevereiro e março, foi registrado um aumento de 645 mortes, enquanto entre março e abril, esse número caiu para 324 registros. No dia 23 de março deste ano, a Capital teve 71 mortes por Covid-19, maior número desde maio de 2020.

Total de 25% das mortes registradas em Fortaleza são da população entre 20 e 59 anos, faixa etária que concentra 74% dos casos confirmados. Foram ainda registradas 351 mortes entre pessoas de 20 e 39 anos e 48 óbitos de fortalezenses com até 19 anos.

Confira números divulgados no boletim:

- Média móvel de casos

Últimos sete dias: 284
Há duas semanas: 1.005,3

- Média móvel de mortes

Últimos sete dias: 17,4
Há duas semanas: 45,4

- Número de mortes por mês (2021)

Janeiro: 233
Fevereiro: 519
Março: 1.537
Abril: 1.289

- Taxa de mortalidade* por regional (desde o início da pandemia)

Regional I: 297,7%
Regional II: 352,6%
Regional III: 302,3%
Regional IV: 356,5%
Regional V: 293,3%
Regional VI: 233,9%

*Taxa de Mortalidade acumulada por bairro = Número total de mortes do bairro/População do bairro x 100.000 habitantes

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags