PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Falta de vacinas deixa idosos de Horizonte sem segunda dose contra a Covid-19

Nessa terça-feira, Sesa orientou municípios a reter vacinas para garantir a D2. Atrasos nos repasses do Plano Nacional de Imunização e disparidade entre meta do MS e população total dos municípios estão entre os problemas

Marcela Tosi
12:40 | 28/04/2021
Prefeitura de Horizonte afirma que atraso na aplicação de vacinas em idosos se deve à falta de doses. (Foto: JULIO CAESAR)
Prefeitura de Horizonte afirma que atraso na aplicação de vacinas em idosos se deve à falta de doses. (Foto: JULIO CAESAR)

Em Horizonte, a 40 km de Fortaleza, pelo menos 230 idosos que deveriam receber a segunda dose (D2) da vacina Coronavac estão recebendo a informação de que faltam doses e a imunização contra a Covid-19 não poderá ser completada no momento. São idosos que estavam agendados para os dias 23 e 24 de abril, quando completariam o prazo de 28 dias em relação à primeira dose recebida.

“A questão é falta da vacina. Estamos fazendo tudo para vacinar, tanto que fizemos já a D2 com algumas doses que tínhamos. Mas não conseguimos completar a população toda que está esperando”, explica Lúcia Gondim, secretária de Saúde do Município. Ela garante que esses idosos serão chamados “logo que cheguem novas doses”.

Conforme a secretária, o problema passa por duas questões: atrasos na produção da Coronavac e descompasso entre o número real de cidadãos e a meta estabelecida pelo Ministério da Saúde para cada grupo. “O IBGE de 2019 diz que a nossa população é de 67.337 pessoas; quando vou para o cadastro do eSUS, que é o cadastro dos agentes comunitários de saúde, temos hoje 80.499 pessoas. A meta que o Ministério manda para Horizonte é irreal”, pondera.

Olhando somente para a população de idosos, são 2.466 cadastrados no eSUS contra 1.494 previstos no Plano Nacional de Imunização - uma diferença de 982 pessoas. “Não é Horizonte, não é qualquer cidade do Ceará, é o Brasil todo que se encontra nessa situação com a vacina Coronavac”, lamenta Lúcia. Ela afirma que enviou um pedido de revisão de meta para o Governo Estadual

Nessa terça-feira, 27, a Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) enviou orientação aos 184 municípios do Estado para que retenham vacinas contra a Covid-19 a fim de garantir a aplicação da segunda dose em quem já recebeu a primeira.

No início da semana, o ministro Marcelo Queiroga alertou estados e municípios sobre uma possível diminuição no ritmo de fornecimento da Coronavac diante de atrasos na importação do Insumo Farmacêutico Ativo (IFA) utilizado na fabricação da vacina.

LEIA MAIS | Desde janeiro, foram fornecidas 41,4 mi de doses de CoronaVac para serem aplicadas em todo o País

 

Vacinação em Horizonte

 

Segundo o Vacinômetro da Sesa, atualizado às 17 horas de ontem, Horizonte aplicou até o momento 6.295 primeiras doses (D1) e 2.065 segundas doses (D2).

Conforme a secretária, Horizonte está completando a imunização das pessoas entre 60 e 64 anos. “Estamos utilizando a partir de hoje o estoque de AstraZeneca para a segunda dose dentro dos 90 dias. Começamos pela Casa do Idoso”, afirma.

A vacinação acontece nas unidades básicas de saúde. As equipes de saúde da família fazem o agendamento da vacinação, de acordo com faixa etária e dia. Os agentes de saúde responsáveis por cada área da Cidade entram em contato com as famílias que atendem informando as datas e horários. Quem tenha perdido a data agendada, deve procurar um posto de saúde ou um agente comunitário de saúde.

O Município aderiu ao cadastro por meio do site Saúde Digital (vacinacaocovid.saude.ce.gov.br) e essa forma de agendamento valerá a partir da 3ª fase de imunização, que compreende pessoas com comorbidades. “Conforme chegarem as doses para essa fase, vamos abrir as agendas”, explica Lúcia. Conforme a Prefeitura, a pessoa receberá um e-mail solicitando que faça o agendamento. Nesse momento, será necessário entrar no cadastro, informando CPF e senha, para agendar dia, hora e local.

Nesse momento, todas as pessoas, entre 18 e 59 anos, precisam realizar seu cadastro no site Saúde Digital. Quem não se encaixar na fase em vigência de vacinação, terá o cadastro armazenado no banco de dados da plataforma para as fases seguintes.