Participamos do

Correios deve funcionar normalmente durante lockdown em Fortaleza

Serviço segue autorizado a funcionar no período, que vai desta sexta-feira, 5, ao dia 18 deste mês
18:32 | Mar. 04, 2021
Autor Redação O POVO
Foto do autor
Redação O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O lockdown, período de isolamento social mais rígido em Fortaleza, não vai comprometer o serviço de entrega de documentos e encomendas do Correios. De acordo com decreto, publicado nesta quinta-feira, 4, essa é uma das atividades consideradas essenciais que seguirão funcionando no período que vai desta sexta-feira, 5, até o dia 18 deste mês. 

A decisão de colocar Fortaleza em lockdown novamente foi tomada após o governador do Ceará, Camilo Santana (PT), se reunir com representantes do Comitê de Saúde e com o prefeito José Sarto (PDT). De acordo com o petista, o avanço da doença no Município tem acontecido de forma mais rápida do que a ampliação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

| LEIA MAIS |

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Saiba que lojas estão autorizadas a funcionar durante lockdown em Fortaleza

Saiba o que não precisará fechar durante lockdown em Fortaleza

Lockdown em Fortaleza | Agora é oficial: leia na íntegra o decreto do governador Camilo Santana

Lockdown em Fortaleza: veja como denunciar desrespeitos ao decreto

Lockdown em Fortaleza: deslocamento por consultas médicas segue permitido

Para tentar reverter esse cenário, toda Capital volta a funcionar sob medidas de isolamento mais rígidas. Serão fechados setores como bares, restaurantes, teatros, academias, cinemas e shoppings. Por 14 dias, apenas serviços considerados essenciais estarão autorizados a funcionar.

São autorizados a funcionar no período:

- Setores da indústria e da construção civil;

- Serviços de órgãos de imprensa e meios de
comunicação e telecomunicação em geral;

- Serviços de call center;

- Os estabelecimentos médicos, odontológicos para serviços de emergência, hospitalares,
laboratórios de análises clínicas, farmacêuticos, clínicas de fisioterapia e de vacinação;

- Serviços de drive thru em lanchonetes e estabelecimentos congêneres;

- Lojas de conveniências de postos de combustíveis, vedado o atendimento a clientes para lanches ou refeição no local;

- Lojas de departamento que possuam, comprovadamente, setores destinados à venda de produtos alimentícios;

- Comércio de material de construção;

- Empresas de serviços de manutenção de elevadores;

- Correios;

- Distribuidoras e revendedoras de água e gás;

- Empresas da área de logística;

- Distribuidores de energia elétrica, serviços de telecomunicações;

- Segurança privada;

- Ppostos de combustíveis;

- Funerárias;

- Estabelecimentos bancários;

- Lotéricas;

- Padarias, vedado o consumo interno;

- Clínicas veterinárias;

- Lojas de produtos para animais;

- Lavanderias;

- Supermercados/congêneres. 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags