PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Após decreto, missas em Fortaleza serão sem público

É mantido atendimento individual a fiéis para orientação religiosa e confissão, mediante cuidados. Igrejas poderão abrir, sem presença constante ou aglomerações

18:28 | 04/03/2021
FORTALEZA,CE, BRASIL, 03.03.2021: Missas católicas durante a pandemia. Igreja do Carmo, centro.  (Fotos: Fabio Lima/O POVO) (Foto: FABIO LIMA)
FORTALEZA,CE, BRASIL, 03.03.2021: Missas católicas durante a pandemia. Igreja do Carmo, centro. (Fotos: Fabio Lima/O POVO) (Foto: FABIO LIMA)

A Arquidiocese de Fortaleza informou que as igrejas estarão abertas, sem aglomerações, seguindo os protocolos sanitários, mas as celebrações deverão acontecer sem público, com transmissões online durante o período de lockdown na Capital.

Na nota emitida nesta quinta-feira, 4, a coordenação da Arquidiocese reforça que a instituição respeita as determinações governamentais quanto às normas isolamento e horários de funcionamento para o público.

De acordo com o decreto emitido pelo governador Camilo Santana, publicado hoje e que passa a valer a partir de amanhã, 5, templos, igrejas e demais instituições religiosas não poderão promover celebrações presenciais durante a vigência do lockdown em Fortaleza, até o próximo dia 18.

Veja o que está definido pela Arquidiocese:

- Celebrações das Santas Missas, sem presença de público, exceto da equipe celebrativa e da equipe de transmissão;

- Atendimento para orientação religiosa ou confissão. Podendo acontecer somente salvaguarda a saúde do fiel e do ministro.

- Serviço de atendimento na secretaria em caráter virtual, segundo o comunicado da Cúria para este período;

- Quanto às Igrejas, elas poderão permanecer abertas, guardando os devidos cuidados sanitários e as recomendações próprias deste período de Lockdown, ou seja, sem a presença constante de fiéis e aglomerações.

- Quanto aos demais sacramentos, seguem sem a presença de público.

Para as paróquias e áreas pastorais fora do município de Fortaleza, a Arquidiocese reforça a recomendação de isolamento social rígido. Caso o município na qual a instituição religiosa se localiza decrete lockdown, é recomendado que adotem as medidas emitidas no decreto Nº 33.965, de 4 de março de 2021.

Confira o decreto: Clique aqui para baixar o PDF.

TAGS