Participamos do

Quase 130 mil doses chegarão ao Ceará para continuar vacinação do grupo prioritário

O Estado vai utilizar toda a da Oxford na primeira dose e 50% da CoronaVac será guardada como segunda dose (D2).
07:50 | Fev. 24, 2021
Autor Marília Freitas
Foto do autor
Marília Freitas Estagiária do O POVO Online
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Na manhã desta quarta-feira, 24, a Secretaria de Saúde do Ceará confirmou que as novas remessas de vacinas contra a Covid-19 serão da Coronavac e da Oxford (AstraZeneca), totalizando quase 130 mil doses. O Estado vai utilizar toda a da Oxford na primeira dose e 50% da CoronaVac será guardada como segunda dose (D2). Ceará seguirá vacinado profissionais de saúde e idosos com mais de 75 anos, grupos da primeira fase de imunização.

Nos próximos dias, o Ceará receberá um total de 80.500 doses da vacina da Oxford e outras 49.200 da Coronavac, segundo última atualização da pasta. Esta será a sexta remessa de vacinas recebidas pelo Estado, sendo este o segundo lote de vacinas da Oxford desenvolvidas em parceria com a Fiocruz. O Estado já recebeu quatro remessas da CoronaVac.

Até terça-feira, 23 de fevereiro, foram aplicadas 318.726 doses no Ceará, sendo 264.251 na primeira dose (94,1% do quantitativo de doses distribuídas foram aplicadas) e 54.475 na segunda dose. Um total de 89 municípios já concluíram a vacinação com as remessas de D1 enviadas e outros 10 municípios já concluíram a vacinação com as remessas de D2 enviadas.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Em Fortaleza, a imunização com a D1 da vacina contra o coronavírus será retomada quando a Capital receber novos lotes pelo Estado. Enquanto isso, a aplicação da segunda dose (D2) da CoronaVac segue em idosos institucionalizados e em profissionais de saúde que receberam há 28 dias a D1 da vacina chinesa.


Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags