PUBLICIDADE
Coronavírus
Noticia

Ceará negocia compra direta de vacina de laboratórios

A informação foi dado pelo governador Camilo Santana (PT), nesta quarta-feira, 24; O gestor alegou que ação é "preventiva", considerando a hipótese do Plano de Imunização Nacional não atender a demanda do Estado

Gabriela Almeida
15:41 | 24/02/2021
Governador Camilo Santana conversou ontem com o ministro Eduardo Pazuello
 (Foto: Aurélio Alves)
Governador Camilo Santana conversou ontem com o ministro Eduardo Pazuello (Foto: Aurélio Alves)

O Governador Camilo Santana (PT) usou suas redes sociais, nesta quarta-feira, 24, para afirmar que desde o ano passado negocia com diversos laboratórios a aquisição direta de doses de vacinas contra a Covid-19. Em publicação, o gestor alegou que ação é "preventiva", considerando a hipótese do Plano de Imunização Nacional, que já distribuiu cinco lotes de imunizantes ao Ceará, não atender a demanda estadual.

"Temos buscado entendimento com o Ministério da Saúde para que as vacinas contra a Covid sejam enviadas o mais rápido possível e em grande quantidade para os estados (...) Mas informo aos cearenses que, desde o ano passado, temos conversado com diversos laboratórios para a aquisição direta de vacinas, caso o Plano Nacional de Imunização não seja suficiente", pontuou o petista.

| LEIA MAIS | Vacinômetro: 10 municípios concluíram a vacinação com as remessas recebidas para a segunda dose

De acordo com publicação, o chefe de Executivo estadual  já enviou um ofício para a empresa farmacêutica Pfizer e assinou um "memorando de entendimento com o Instituto Butantan". Além disso, o líder mantém conversas com a Fundação Oswaldo Cruz e tem buscado manter contato com laboratórios chineses.

Em paralelo a essa movimentação, Camilo também busca negociar, por meio do Consórcio Nordeste, a aquisição da vacina Sputnik, produzida por uma empresa russa. "Não vou descansar um minuto até que todos os cearenses estejam imunizados", destacou o gestor.

Um total de cinco lotes de vacinas, contendo ao todo 530.400 doses, já foram enviados ao Ceará por meio do Plano Nacional de Imunização- sendo o último encaminhado ao Estado nesta quarta. O sexto lote está previsto para ser entregue a Unidade Federativa ainda nesta semana.