Participamos do

Hospital de Messejana suspende cirurgias por 72 horas e testará profissionais após alta de casos internos

Unidade tomou medidas ainda na tarde desta sexta-feira, 19, logo após O POVO ter entrado em contato para investigar denúncia. Profissionais assintomáticos ou que tenham testado positivo até três meses
19:29 | Fev. 19, 2021
Autor Gabriela Almeida
Foto do autor
Gabriela Almeida Repórter O POVO
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O centro cirúrgico do Hospital de Messejana, em Fortaleza, suspendeu os procedimentos no local por 72 horas e testará seus profissionais para Covid-19 durante este final de semana. As medidas foram tomadas pela diretoria do hospital nesta sexta-feira, 19, após ser observado um aumento de casos da doença entre médicos, enfermeiros, técnicos e auxiliares. 

O POVO apurou que foi distribuída uma convocação imediata para sessões de exames RT-PCR (Swab). Deverão comparecer tanto os profissionais do Hospital que estejam assintomáticos como quem já tenha testado positivo para o novo coronavírus mais de 90 dias atrás.

A reportagem também apurou que a decisão de exames para profissionais com urgência, para este sábado e domingo, dias 20 e 21, além da suspensão das cirurgias pelos próximos três dias, teria sido implementada após O POVO ter entrado em contato para confirmar as informações sobre os casos. As cirurgias previstas para a tarde desta sexta já não teriam sido realizadas. A unidade atende pacientes com problemas cardíacos.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

O contato com o Hospital de Messejana foi feito na tarde de hoje não houve retorno até a publicação desta matéria, ao pedido de informações. Não foi esclarecido, por exemplo, quantos profissionais estariam acometidos de covid-19 neste surto relacionado a quem atua no centro cirúrgico.

Pela manhã, a denúncia recebida apontava que o número de profissionais que atuam no centro cirúrgico da unidade e que foram infectados pela doença estava aumentando de forma preocupante. Segundo as informações, a administração da instituição ainda não teria definido medidas para tentar conter a situação.

| LEIA MAIS |

464 leitos UTI serão instalados até o final de março para atendimentos da Covid-19 no Ceará

Toque de recolher: praças, areninhas e calçadões e praias são fechados às 17 horas

Feirantes, ambulantes e empresários da Beira-Mar têm dúvidas sobre o decreto da Covid-19

De acordo com o teor da comunicação interna, a qual O POVO também teve acesso, todas as cirurgias que estavam programadas para acontecer no centro devem ficar suspensas pelo prazo de 72 horas. Já entre sábado, 20, e domingo, 21, os profissionais que atuam na ala da unidade e que testaram positivo para a doença há mais de 90 dias devem realizar um exame para a detecção do vírus.

A Secretaria da Saúde do Estado (Sesa) também foi procurada para informar sobre o número de profissionais que estão infectados com a doença na unidade e demais questões associadas à denúncia. Até a publicação desta matéria a pasta não havia dado retorno. A resposta será acrescentada tão a informação seja repassada.


Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags