PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Covid-19: municípios do Ceará recebem refrigeradores para manter vacina

A meta é vacinar mais de 1,8 milhão de cearenses até junho de 2021. A Secretaria da Saúde do Estado (Sesa) adquiriu 147 câmaras refrigeradas, sendo 143 de 200 litros e outras 4 de 300 litros, totalizando um investimento de R$ 2,8 milhões

09:32 | 31/12/2020
Vacina, vacinação,seringa, covid 19 (Foto: CHROMORANGE / Matthias Stolt/Direitos reservados)
Vacina, vacinação,seringa, covid 19 (Foto: CHROMORANGE / Matthias Stolt/Direitos reservados)

Os municípios de Banabuiú, Itaitinga, Paraipaba, Paracuru e Quixeramobim receberam na manhã desta quarta-feira, 30, cinco câmaras refrigeradas que serão utilizadas para armazenamento das vacinas contra Covid-19. A Secretaria da Saúde do Estado (Sesa) adquiriu 147 câmaras refrigeradas, sendo 143 de 200 litros e outras quatro de 300 litros, totalizando um investimento de R$ 2,8 milhões. A previsão é de que mais 75 equipamentos cheguem até o dia 12 de janeiro.

As câmaras que chegaram tem capacidade de 200 litros, adequados para as unidades que recebem até 9 mil doses de vacina por mês. O Ceará já tem estoque de 2 milhões de seringas e agulhas, com previsão de chegada de outras 6 milhões na primeira quinzena de janeiro. Prioritariamente, os equipamentos serão utilizados para armazenar as vacinas contra a Covid-19.

O titular da Sesa, dr. Cabeto, destacou a organização da vacinação no Ceará. “O Ceará fez um planejamento muito correto, pois mostra à população que a partir do dia 1º de janeiro vai estar preparado para vacinar", disse em vídeo.

O Ceará deverá receber em janeiro e fevereiro de 2021 duas remessas de 614.811 doses da vacina desenvolvida pela farmacêutica AstraZeneca, em parceria com a Universidade de Oxford, e finalizada pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) no Brasil.

Ao O POVO CBN, Camilo Santana informou que a vacinação contra a Covid-19 deve começar em meados de fevereiro, a partir da autorização da Anvisa. Segundo ele, a previsão é de que os insumos para produção da AstraZeneca cheguem no dia 15 de janeiro. A meta é vacinar mais de 1,8 milhão de cearenses até junho de 2021.