PUBLICIDADE
Coronavírus
Noticia

"Sabemos que não tem comprovação científica", diz Bolsonaro sobre cloroquina

O presidente comentou em um vídeo que não recomenda o medicamento, mas que o remédio estava surtindo efeito em seu caso

15:32 | 16/07/2020
Jair Bolsonaro opina novamente sobre a cloroquina (Foto: Carolina Antunes/PR)
Jair Bolsonaro opina novamente sobre a cloroquina (Foto: Carolina Antunes/PR)

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a falar sobre seu tratamento contra a Covid-19, usando a hidroxicloroquina, e declarou que está ciente de que o medicamento não tem comprovação científica, embora ele garanta estar reagindo bem.

A declaração ocorreu nessa quarta-feira, 15, quando Bolsonaro confirmou que o segundo teste que fez para saber se ainda está com a doença deu positivo. Ele aproveitou para recomendar que cada pessoa procure “seu médico desde o início dos sintomas".

“Coincidência ou não, sabemos que o tratamento não tem nenhuma comprovação científica mas deu certo comigo”, comentou ele em um vídeo publicado no Facebook.

“Estou medicado desde o início com hidroxicloroquina. Tenho recomendação médica para isso. Estou me sentindo bem desde o dia seguinte. Não tive nenhum sintoma forte, uma febre pequena na segunda-feira retrasada, de 38 graus, um pouco de cansaço e dores musculares”, relatou.

O presidente relembrou que o medicamento ainda está passando por testes e voltou a falar que tem apoio de alguns médicos para aprovação do medicamento, e afirmou que o futuro mostrará quem estava certo sobre seu uso.

“Não estou fazendo nenhuma campanha, o custo é baratíssimo. Deve ser até por isso que existem algumas pessoas contra. Outras, pelo que parece, é uma questão ideológica”, explicou o presidente, que não apresenta quadro febril há mais de uma semana, não está com falta de ar e nem sem paladar.

 

Ouça o podcast Jogo Político: