PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

"Inaceitáveis e repugnantes", afirma Camilo sobre atos em apologia à ditadura

Manifestações ocorreram em diversas cidades brasileiras, uma delas, em Fortaleza, onde carreata contra isolamento social pediu a volta do AI-5

19:38 | 19/04/2020
 (Foto: REPRODUÇÃO)
(Foto: REPRODUÇÃO)

O governador do Ceará, Camilo Santana (PT), classificou como "inaceitáveis e repugnantes" atos ocorridos neste domingo, 19, em apologia à ditadura e que promovem o desrespeito às instituições democráticas. As manifestações ocorreram em diversas cidades brasileiras, uma delas, em Fortaleza, onde carreata contra isolamento social pediu a volta do AI-5. Outra, em Brasília, contou com a presença do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

"Inaceitáveis e repugnantes atos que façam apologia à ditadura e que promovam o desrespeito às instituições democráticas, como vimos hoje pelo país. O Brasil não se curvará jamais a esse tipo de ameaça.

Em Fortaleza, três pessoas foram detidas neste domingo por violação ao decreto que proíbe aglomeração em razão da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Na tarde deste domingo, Bolsonaro voltou a desrespeitar recomendações das autoridades sanitárias e participou de uma manifestação em frente ao Quartel General do Exército, em Brasília.

Em meio à tosse, ele discursou para manifestantes contrários ao isolamento social que saíram às ruas para pedir intervenção militar, volta do AI-5 e fechamento do Congresso e STF. "Esses políticos têm que entender que estão submissos à vontade do povo brasileiro", afirmou o presidente.