PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

"É assustador ver manifestações pela volta do regime militar", diz Barroso

Fortaleza teve carreata pedindo a volta do AI-5. Ministro do STF defendeu a Constituição e as instituições democráticas, após atos pelo Brasil pedindo intervenção militar

18:57 | 19/04/2020
Luís Roberto Barroso, ministro do STF (Foto: Carlos Moura/STF)
Luís Roberto Barroso, ministro do STF (Foto: Carlos Moura/STF)

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), classificou, na tarde deste domingo, 19, como “assustador” acompanhar manifestações pedindo intervenção militar, após 30 anos de democracia. Barroso foi o primeiro ministro da Suprema Corte a se manifestar publicamente sobre série de protestos contra o isolamento social e favoráveis à intervenção dos militares que ocorrem em diversas cidades do país. Como em Fortaleza, que teve carreata pedindo a volta do AI-5, e em Brasília a manifestação contou com a presença do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Jair Bolsonaro voltou a desrespeitar isolamento social e participou de manifestação neste domingo, 19
Jair Bolsonaro voltou a desrespeitar isolamento social e participou de manifestação neste domingo, 19 (Foto: Evaristo Sá e Sérgio Lima/ AFP)

O ministro disse ainda que é seu dever defender a Constituição e as instituições democráticas. “Só pode desejar intervenção militar quem perdeu a fé no futuro e sonha com um passado que nunca houve", escreveu no Twitter.

Carreata em Fortaleza pediu volta do AI-5
Carreata em Fortaleza pediu volta do AI-5 (Foto: Aurelio Alves/O POVO)

"Patriotas têm que acreditar e fazer sua parte para colocar o Brasil no destaque que ele merece. E acabar com essa patifaria. É o povo no poder. (...) Esses políticos têm que entender que estão submissos à vontade do povo brasileiro", afirmou o presidente.

 

Acesse a cobertura completa do Coronavírus >