PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

"Selamos um ciclo na Saúde. Foi um divórcio consensual", diz Bolsonaro sobre demissão de Mandetta

A saída de Mandetta ocorre após semanas de divergências entre o presidente e ele

18:10 | 16/04/2020
O presidente Jair Bolsonaro anunciou oficialmente nesta quinta-feira, 16, em pronunciamento, a demissão do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta. Em uma conversa de 30 minutos, Bolsonaro disse que chegou a um "divórcio consensual" e que também falaram da situação da pandemia do novo coronavírus no País.
"(Foi) uma conversa bastante produtiva, muito cordial, onde nós selamos um ciclo do Ministério da Saúde. Ele (Mandetta) se prontificou a participar de uma transição mais tranquila possível com maior riqueza de detalhes que se possa oferecer", declarou.
A saída de Mandetta ocorre após semanas de divergências entre o presidente e ele. Nos últimos dias, Bolsonaro e seu auxiliar mediam forças com críticas e gestos públicos. As recomendações sobre o isolamento social e a indicação de uso da cloroquina no tratamento de pacientes com covid-19 são as principais desavenças entre os dois.
Pelo Twitter, Mandetta já havia anunciado a decisão do mandatário de demiti-lo. "Acabo de ouvir do presidente Jair Bolsonaro o aviso da minha demissão do Ministério da Saúde", disse. O agora ex-ministro também agradeceu sua equipe e a sua passagem pelo Ministério. Em coletiva de imprensa, na sede da pasta, Mandetta reforçou sua defesa pela "ciência".