PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Saiba quanto tempo o novo coronavírus sobrevive no ar e superfícies

A única forma de eliminar o Sars-Cov-2 das superfícies é por meio da higienização adequada com produtos como água sanitária e álcool 70%

Catalina Leite
11:43 | 14/04/2020
Todo o processo de higienização das mãos precisa ser realizado sem pressa e com responsabilidade
Todo o processo de higienização das mãos precisa ser realizado sem pressa e com responsabilidade (Foto: Reprodução/Pexels)

Isolamento social, higiene assídua das mãos e objetos, além de limpeza imediata de roupas utilizadas após chegar em casa durante a pandemia de Covid-19. Essas são algumas das mais frequentes recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS) para prevenir o contágio do novo coronavírus.


As medidas de segurança são baseadas em estudos de como o coronavírus é transmitido, incluindo o tempo de sobrevivência dele no ar e em superfícies. Um estudo realizado por cientistas dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) e da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, indica que o Sars-Cov-2 pode sobreviver até três dias em algumas superfícies. Confira:


Plástico - Três dias (72h)
Aço inoxidável - Dois dias (48h)
Papelão - Um dia (24h)
Cobre - Até 4 horas
Ar - entre 40 minutos a 2h30min


Segundo nota da infectologista Adriana Coracini, do Hospital São Camilo em São Paulo, os pesquisadores estadunidenses mediram o tempo de sobrevivência do vírus a partir da nebulização dele em ambiente controlado. É uma espécie de borrifo com o Sars-Cov-2 em algumas superfícies.


Como o estudo é realizado em laboratório, o tempo de sobrevida real pode ser um pouco diferente. Entretanto, isso só significa que os cuidados com a higienização dos ambientes devem ser redobrados.


LEIA MAIS: Prevenção: como devemos nos defender do coronavírus?

“A melhor forma de higienizar é com a utilização do álcool gel 70% ou outros componentes que usamos no hospital à base de álcool, como o clorexidina ou o quaternário de amônio, que é mais usado para dispositivos como celulares e computadores”, detalha a especialista em nota. Ainda, para lavar as mãos o recomendado é utilizar água e sabão.


O coronavírus recebe o nome “corona” pela coroa de espinhos que o envolve. Esses espinhos estão envolvidos por uma camada de gordura - retirada das próprias células humanas. Sem esta fina capa de gordura o coronavírus morre, e é possível retirá-la com desengordurantes como sabão e detergente, além de água sanitária, álcool 70% e vinagre.