PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Dois dos 40 óbitos registrados por coronavírus no Ceará não apresentavam doença pré-existente

As mortes são de um homem de 46 anos e de uma mulher de 80 anos

Alan Magno
07:18 | 08/04/2020
Fortaleza em 01 de abril de 2020, Movimentaçao no Cemitério jardim metropolitano, devido a crise do coronavirus. (Foto Fabio Lima/O Povo) (Foto: Fabio Lima)
Fortaleza em 01 de abril de 2020, Movimentaçao no Cemitério jardim metropolitano, devido a crise do coronavirus. (Foto Fabio Lima/O Povo) (Foto: Fabio Lima)

Dentre os 40 óbitos registrados em decorrência de complicações advindas da infecção pelo novo coronavírus, a Covid-19, dois não apresentavam nenhuma comorbidade. As informações foram divulgadas pelo boletim epidemiológico da Secretaria de Saúde do Ceará (Sesa) nesta terça-feira, 7. Os dois óbitos são de um homem de 46 anos e uma mulher idosa, de 80 anos. Ambos eram moradores de Fortaleza

O paciente do sexo masculino teve uma evolução clínica de 17 dias, isso significa que entre o início dos sintomas e o óbito decorreram-se 17 dias. No período, ele chegou a passar nove dias internado. A idosa teve uma evolução clínica mais rápida em decorrência da idade avançada, fator de agravamento da doença. Entre o início dos sintomas e o óbito da paciente transcorreram-se nove dias, dos quais, sete, ela passou internada.

Estes dois casos representam 5% diante do total de mortes registradas no Ceará, e até a tarde desta terça-feira, 7, foram os únicos casos de óbito por coronavírus sem que o paciente apresentasse alguma doença pré-existente. A maioria das mortes, cerca de 70%, ocorreu em pacientes com mais de 60 anos, o equivalente a 28 das 40 registradas. Dentre os óbitos registrados, 24 eram homens e 16 mulheres.

>> Coronavírus: Fortaleza acumula 30, das 40 mortes registradas no Ceará e ultrapassa os mil casos confirmados da doença

Dentre os 1.188 casos confirmados no Ceará, 689 são pacientes com idade entre 20 e 49 anos. O número equivale a cerca de 60% do total de casos. Os idosos acima de 70 anos, grupo de alto risco da doença, somam pouco mais de 9% dos casos total, representando 114 pacientes. O Estado apresenta ainda 12 crianças com menos de um ano infectadas pela nova doença.

>> 39 pacientes com coronavírus foram curados no Ceará até esta terça

Fortaleza concentra o maior número de casos no Ceará, com 1.053 ocorrências. A Capital foi identificada pelo Ministério da Saúde, nesta terça-feira, 7, como a cidade com maior índice de infecção por habitante. A cada 100 mil pessoas de Fortaleza, a análise do Ministério apontou que cerca de 35 estão infectadas com a Covid-19.

Ao divulgar o estudo, o ministro Henrique Mandetta chegou a afirmar que se estivesse em Fortaleza estaria “extremamente preocupado", devido a incidência de casos local. A Capital está sob análise constante do ministério, afirmou.