PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

WhatsApp limita reenvio de mensagens a um destinatário por vez para evitar fake news durante pandemia

No ano passado, quando o aplicativo também limitou a função, houve redução de 25% no encaminhamento de mensagens em todo o mundo

Catalina Leite
11:09 | 07/04/2020
WhatsApp está realizando mudanças para dificultar compartilhamento de fake news (Foto: REPRODUÇÃO)
WhatsApp está realizando mudanças para dificultar compartilhamento de fake news (Foto: REPRODUÇÃO)

Para evitar o compartilhamento de notícias falsas (as fake news) durante a pandemia de Covid-19, o WhatsApp limitou o encaminhamento de mensagens para um destinatário por vez. A expectativa do aplicativo é retardar a disseminação de mensagens prejudiciais à saúde pública.

No ano passado, a ferramenta também limitou a função e afirma ter reduzido em 25% o encaminhamento de mensagens em todo o mundo. Além disso, a empresa também adicionou a etiqueta de setas duplas, para “indicar que essas mensagens não foram criadas pelo contato que as enviou”.

Em nota, o WhatsApp informa que está trabalhando diretamente com autoridades de saúde, incluindo a Organização Mundial da Saúde (OMS) e ministérios da saúde de mais de 20 países, para “ajudar a levar informações confiáveis à população”.

Com a OMS, por exemplo, o aplicativo criou um robô chamado Health Alert (Alerta Saúde). Ele está disponível desde março, mas recebeu a versão em português no começo de abril. Para interagir com o robô, basta adicionar o número +41 22 501.7735 à lista de contatos e enviar um "oi" no WhatsApp. Também é possível abrir o link wa.me/41225017735?text=oi no iPhone ou Android e tocar no botão de enviar mensagem.