PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Por descumprir decisão de quarentena, MPF pede multa de R$ 100 mil a Bolsonaro

O MPF também levou para análise as tentativas de Bolsonaro de realizar decretos para que as pessoas voltem ao trabalho

15:55 | 30/03/2020
Bolsonaro contrariou orientações do Ministério da Saúde e da OMS de permanecer em isolamento
Bolsonaro contrariou orientações do Ministério da Saúde e da OMS de permanecer em isolamento (Foto: Reprodução/Twitter )

Após Jair Bolsonaro caminhar por ruas do Distrito Federal (DF), promover aglomerações locais e encorajar as pessoas a voltarem aos seus trabalhos, o Ministério Público Federal (MPF) solicitou à Justiça que seja aplicada uma multa ao Governo Federal, no valor de R$ 100 mil. A justificativa foi que o presidente descumpriu uma decisão judicial da 1ª Vara Federal de Duque de Caxias (RJ), que determinou que a União deveria se negar a adotar qualquer estímulo à não observância do isolamento social recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS). A União tem prazo de 24 horas para se manifestar.

O MPF também levou para análise as tentativas de Bolsonaro de realizar decretos para que as pessoas voltem ao trabalho. Em vídeo postado no seu perfil do Twitter, no último domingo, 29, o presidente passeia pelas ruas de Brasília, conversando com comerciantes e estimulando a volta ao trabalho. 

Uma das gravações, também postada no Twitter, foi apagada pela própria rede social, que está deletando posts que destoem das orientações vindas de profissionais de saúde e órgãos como a OMS.

O MPF solicitou a multa imediata de R$100 mil e pede um aumento para R$ 500 mil, caso volte a se repetir.