PUBLICIDADE
Turismo
NOTÍCIA

Da boemia aos passeios históricos, conheça roteiros para curtir Natal (RN)

Natal apresenta possibilidades para diversos perfis de turistas. Da boemia aos passeios históricos, passando pela gastronomia, conheça um pouco do que a cidade oferece

Camila Holanda
05/09/2019 10:59:45
Passeio de barco pelo Rio Potengi é opção para quem quer ver o pôr do sol e ter uma experiência diferente
Passeio de barco pelo Rio Potengi é opção para quem quer ver o pôr do sol e ter uma experiência diferente(Foto: Camila Holanda)

Historicamente, a cidade de Natal, no Rio Grande do Norte, atrai visitantes de todo o mundo, principalmente, por seu turismo de sol e praia. Isto, de fato, é algo que se sobressai nas possibilidades de passeios que há na pequena capital nordestina. Mas a cidade vai além. Com boas opções de gastronomia e passeios cheios de história, Natal está investindo em novas vertentes que vão além da Fortaleza dos Reis Magos. Muito semelhante ao que ocorre no Ceará, diversos turistas desembarcam na capital potiguar para desbravar o litoral, sendo Natal acesso para mais de 400 km de praias.

Com clima tropical e águas mornas, o litoral do Rio Grande do Norte tem cantinhos que são verdadeiros achados para os mais diversos perfis de turistas: os que desejam descansar, aventurar-se, além dos passeios românticos, entre amigos ou familiares. Para quem sai de Fortaleza, por exemplo, há voos diretos diários, que, com planejamento, podem sair por um bom preço. As operadoras Latam, Gol e Azul fazem o trecho, que não toma mais de uma hora.

Entre as curiosidades que o visitante vai encontrar em Natal uma é ouvir os habitantes afirmarem, orgulhosamente, que foi no Rio Grande do Norte onde aportaram as primeiras embarcações de Portugal. Os portugueses colonizadores teriam cravado um marco de pedra no litoral do Estado, para assegurar a posse das terras recém-invadidas. Uma réplica deste equipamento está na BR-101, no município de Touros, conhecido como "esquina do Brasil". E é por este fator que o Rio Grande do Norte quer entrar, oficialmente, na rota do descobrimento do Brasil, sob a defesa de que não foi em Porto Seguro (BA) onde os portugueses primeiro chegaram ao País. Dois anos antes de 1500 isto já teria ocorrido estado potiguar.

"Tudo começou aqui. Historicamente e politicamente, houve, durante a transcrição da história diversas versões", narra Italo de Araújo, historiador e guia turístico, enquanto o Vida&Arte fazia passeio pelo Rio Potengi, em Natal. A direção das correntes marítimas e dos ventos, além da proximidade do Rio Grande do Norte em relação às ilhas de Cabo Verde - de onde saíram as embarcações portuguesas - estão na defesa do historiador.

Yves Guerra, gestor do projeto Investe Turismo do Sebrae/RN, afirma que ações de inovação da oferta turística têm sido foco de trabalho no Estado. "A gente está atuando para que Natal possa se diferenciar para além do turismo de sol e praia. O Governo está prestes a entregar o Museu da Rampa, por exemplo, um prédio histórico que serviu de cenário para encontro de Roosevelt e Getúlio Vargas na Segunda Guerra Mundial".

A secretária do Turismo do Estado, Ana Maria Costa, reforça: "A gente viveu muito tempo de sol e mar, mas o Estado é muito rico culturalmente. Fortaleza dos Reis Magos está sendo reformada também e outros espaços que contam estas histórias", contextualiza, afirmando que o Estado quer manter os investimentos no turismo de praia, mas expandir os roteiros. O Vida&Arte esteve no Rio Grande do Norte e traz aqui algumas das possibilidades de passeios para fazer em Natal. Na próxima semana, traremos os percursos pela querida praia de Pipa.

*A jornalista viajou a convite do Projeto Investe Turismo RN/Sebrae

Litoral Norte

As praias do Norte e do Sul do Rio Grande do Norte são bastante cobiçadas. Há empresas que fazem passeios para desbravar estes destinos. Começar pelas praias do Norte, com um passeio de buggy, pode ser uma boa pedida. O transporte comporta quatro pessoas e há várias empresas que realizam este percurso. O buggy, com condutor autorizado, sai por R$ 450, e passa pelas praias urbanas da Região Metropolitana: Ponte Newton Navarro, Praia da Redinha, Dunas de Genipabu, Praia de Genipabu, Lagoa do Pitangui, Dunas Douradas de Pitangui, Praia de Pitangui, Dunas de Jacumã, Praia de Porto Mirim. O ideal é tirar um dia para fazer este passeio, começando logo às 8 horas, seguindo até de tarde. A aventura de sobe e desce pelas dunas pode ser com e sem emoção. Pedimos com média emoção!

Passeio ao Litoral Norte

Potiguar Agência de Viagens e Turismo

Quanto: R$ 450 (o buggy, podendo levar até quatro pessoas)

Pôr do Sol no Rio Potengi

O rio Potengi é o principal curso de água que corta o estado do Rio Grande do Norte, sendo visível em diversos pontos da Capital. O passeio, em um fim de tarde, pode ser muito marcante na viagem. Em um barco que possui um pequeno bar (vendendo caipirinha, cerveja e água), música ao vivo e um andar acima, o agradável percurso dura 1h30min. O historiador e guia turístico Italo de Araújo brinca: "Reza a lenda que os casais que passam por debaixo da ponte (Newton Navarro), que celebram o amor com um beijo romântico, dobram o tempo de casamento".

Passeio de barco pelo Rio Potengi

Potengi Tur

Quando: saída para o pôr do sol às 16h30min

Quanto: R$ 70 (adulto), R$ 35 (de 6 a 11 anos) e gratuito (até 5 anos)

Duração: cerca de 1h30min

Gastronomia

Não à toa, quem nasce no RN é chamado de potiguar, que, em tupi, significa "comedor de camarão". E come-se muito bem o camarão e outros frutos do mar no estado. Conhecer a gastronomia das cidades é imprescindível para quem quer ter acesso a outras culturas. Destaque para restaurantes como o tradicional Camarões, que funciona desde 1989. Os pratos com camarão, carro-chefe da casa, variam de R$113 a R$137, servindo bem de duas a três pessoas. Outro restaurante que ganha relevância, apesar de recente na cidade, é o Marechal, com uma cozinha sofisticada e contemporânea. Destaque para a carta de vinhos, os drinks autorais e para as entradas, como o amostradinho de polvo (R$ 24).

Camarões

Onde: r. Pedro Fonseca Filho, 8887 - Ponta Negra

av. Engenheiro Roberto Freire, 3980 - Ponta Negra

av. Bernardo Vieira, 3775 - Tirol

av. Senador Salgado Filho, 2234 - Candelária

Marechal

Onde: Hermes da Fonseca, 880 - Petrópolis

Câmara Cascudo

A casa do antropólogo e jornalista Câmara Cascudo é aberta para visitação, localizada no bairro Cidade Alta. E vale a pena desbravar o espaço, que hoje é tocado por sua neta, Daliana Cascudo, que alerta: não sentar nos bancos e cadeiras. Faz parte do zelo com o qual o espaço é cuidado. Com memórias quase intactas, o visitante precisa ficar atento aos pequenos detalhes. Cascudo pedia que os visitantes assinassem as paredes e janelas de sua biblioteca com mensagens escritas a lápis. Uma destas assinaturas é a de Ary Barroso, que de forma generosa, deixou um trecho de partitura da sua famosa composição Aquarela do Brasil.

Ludovicus - Instituto Câmara Cascudo

Onde: avenida Câmara Cascudo, 377 - Cidade Alta

Funcionamento: todos os dias, de 9h às 17 horas

Informações: (84) 3222 3293

Boemia

Reduto boêmio de Natal, o Beco da Lama é um cantinho que ganhou novas cores recentemente. Com muros permeados por grafites, à lá Beco do Batman (SP), quem vai ao local encontrará um corredor de bares, com mesas, gentes e músicas nas ruas. O espaço, inclusive, fica pertinho da Casa de Câmara Cascudo

Beco da Lama

Onde: rua Coronel Cascudo, 156 - Cidade Alto

Rota da Segunda Guerra

À época da Segunda Guerra Mundial, as tropas norte-americanas fizeram morada em Natal, deixando tendências, costumes, equipamentos e até gírias na cidade. Agora, o estado está fazendo um processo de resgate, para que uma rota temática da Segunda Guerra possa entrar nos roteiros turísticos. Entre estes espaços, estão Grand Hotel; Museu da Rampa (que passa por reformas, com a promessa de ser um complexo robusto); o antigo aeroporto Augusto Severo, em Parnamirim, fechado há cinco anos; a casa do cônsul italiano na capital; a Maternidade Januário Cicco (que foi um hospital militar).

Hospedagem de luxo

Inaugurado em junho de 2019, o Vogal Luxury Beach Hotel & SPA é uma opção cinco estrelas à beira do mar de Ponta Negra. Em soft opening até dezembro, o público encontrará experiências com a proposta do luxo. Terraço, pool bar, business center, piscinas e um SPA (com cinco opções de massagens e outros serviços) estão nas áreas comuns. O hotel tem ainda o restaurante francês Le Chàteau. O bairro Ponta Negra tem outras opções de hospedagem cinco estrelas, como Best Western Premier Majestic, Esmeralda Praia Hotel, Rifoles Praia Hotel.

Vogal Luxury Beach Hotel & SPA

Onde: rua Cel. Inácio Valê, 8861 - Ponta Negra

Quanto: hospedagens com valores entre R$ 1.145 e R$ 4,5 mil

Você também pode gostar: