Participamos do

Com Olivia Rodrigo, Jon Batiste e Doja Cat: veja indicados ao Grammy 2022

Olivia Rodrigo e Jon Batiste foram os principais indicados da próxima edição do Grammy. Cerimônia está marcada para acontecer no dia 31 de janeiro de 2022
15:57 | Nov. 23, 2021
Autor Clara Menezes
Foto do autor
Clara Menezes Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Grammy anunciou a lista de indicados à sua premiação nesta terça-feira, 23. Nesta edição, o artista com mais indicações foi Jon Batiste, que concorre em 11 categorias. O pianista estadunidense é o responsável pelo álbum “We Are”.

Outro destaque é a estreante Olivia Rodrigo, que recebeu nomeação nas principais categorias: “Álbum do Ano”, “Gravação do Ano”, “Música do Ano” e “Artista Revelação”. Ela, que tem o disco “Sour”, é a cantora de obras como “Drivers License” e “Good 4 U”.

Em “Gravação do Ano”, também concorrem: Abba; Tony Bennett e Lady Gaga; Doja Cat e SZA; Billie Eilish; Lil Nas X; Sil Sonic; Brand Carlile e Daniel Caeser; e Giveon.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Já em “Álbum do Ano” ainda competem: Jon Batiste; Tony Bennett & Lady Gaga; Justin Bieber; Doja Cat; Billie Eilish; H.E.R.; Lil Nas x; Taylor Swift e Kanye West.

A próxima edição do Grammy está marcada para acontecer no dia 31 de janeiro de 2022, a partir de 22 horas, no horário de Brasília. O evento será realizado no Staples Center, em Los Angeles, nos Estados Unidos.

Veja indicados

Álbum do ano
- "We Are", de Jon Batiste
- "Love For Sale", de Tony Bennett & Lady Gaga
- "Justice (Triple Chucks Deluxe)", de Justin Bieber
- "Planet Her (Deluxe)", de Doja Cat
- "Happier Than Ever", de Billie Eilish
- "Back Of My Mind", de H.E.R.
- "Montero", de Lil Nas X
- "Sour", de Olivia Rodrigo
- "Evermore", de Taylor Swift
- “Donda", de Kanye West

Gravação do ano
- "I Still Have Faith In You”, de ABBA
- "Freedom", de Jon Batiste
- "I Get A Kick Out Of You", de Tony Bennett & Lady Gaga
- "Peaches", de Justin Bieber com Daniel Caesar & Giveon
- "Right On Time", de Brandi Carlile
- "Kiss Me More", de Doja Cat e SZA
- "Happier Than Ever", de Billie Eilish
- "Montero (Call Me By Your Name)", de Lil Nas X
- "Drivers license”, de Olivia Rodrigo
- "Leave The Door Open", de Silk Sonic

Música do ano
- "Bad Habits", de Ed Sheeran
- "A Beautiful Noise”, de Alicia Keys & Brandi Carlile
- "Drivers license", de Olivia Rodrigo
- "Fight For You", de H.E.R.
- "Happier Than Ever", de Billie Eilish
- "Kiss Me More", de Doja Cat e SZA
- "Leave The Door Open", de Silk Sonic
- "Montero (Call Me By Your Name)", de Lil Nas X
- "Peaches", de Justin Bieber com Daniel Caesar & Giveon
- "Right On Time", de Brandi Carlile

Artista revelação
- Arooj Aftab
- Jimmie Allen
- Baby Keem
- Finneas
- Glass Animals
- Japanese Breakfast
- The Kid Laroi
- Arlos Parks
- Olivia Rodrigo
- Saweetie

Melhor disco de rock
- “Power Up”
- “Capitol Cuts”
- “No One Sings Like You Anymore Vol. 1”
- “Medicine At Midnight”
- “McCartney III”

Melhor disco de pop vocal
- “Justice”
- “Planet Her”
- “Happier Than Ever”
- “Positions”
- “Sour”

Melhor performance de grupo ou duo pop
- “I Get a Kick Out of You”
- “Lonely”
- “Butter”
- “Higher Power”
- “Kiss Me More”

Melhor performance solo pop
- “Anyone”
- “Right on Time”
- “Happier Than Ever”
- “Positions”
- “Drivers License”

Melhor performance de R&B
- “Lost You”
- “Peaches”
- “Damage”
- “Leave The Door Open”
- “Pick Up Your Feelings”

Melhor canção R&B
- “Damage”
- “Good Days”
- “Heartbreak Anniversary”
- “Leave The Door Open”
- “Pick Up Your Feelings”

Melhor álbum R&B
- “Temporary Highs in the violet skies”
- “We Are”
- “Gold-diggers sound”
- “Back of my mind”
- “Heaux tales”

Melhor álbum imersivo
- “Alicia”, de Alicia Keys
- “Clique”, de Pbjazz
- “Fine Line”, de Harry Styles
- “The future bites”, de Steven Wilson
- “Stille grender”, de Anne Karin Sundal-Ask & Det Norske Jentekor

Melhor álbum de rap
- “The off-season”, de J. Cole
- “Certified Lover Boy”, de Drake
- “King’s Disease II”, de Nas
- “Call me if you get lost”, de Tyler, The Creator
- “Donda”, de Kanye West

Melhor performance de rap
- “Family Ties”, de Baby Keem e Kendrick Lamar
- “Up”, de Cardi B
- “MY. LIFE”, de J. Cole
- “Way 2 Sexy”, de Drake, Future e Young Thug
- “Thot S***”, Megan Thee Stallion

Melhor performance melódica de rap
- “Pride is the devil”, de J. Cole
- “Neet To Know”, de Doja Cat
- “Industry Baby”, de Lil Nas X e Jack Harlow
- “Wusyaname”, de Tyler The Creator
- “Hurricane”, de Kanye West

Melhor música de rap
- “Bath Salts”, DMX com Jay-Z e Nas
- “Best Friend”, Saweetie com Doja Cat
- “Family Ties”, de Baby Keem e Kendrick Lamar
- “Jail”, de Kanye West
- “My Life”, de J. Cole

Produtor do ano (não clássico)
- Jack Antonoff
- Rogéd Chahayed
- Mike Elizondo
- Hit-Boy
- Ricky Reed

Melhor álbum latino pop
- “Vértigo”, de Pablo Alborán
- “Mis Amores”, de Paula Arenas
- “Hecho a La Antigua”, de Ricardo Arjona
- “Mis Manos”, de Camilo
- “Mendó”, de Alex Cuba
- “Revelación”, de Selena Gomez

Melhor álbum latino de música urbana
- “Afrodisíaco”, de Rauw Alejandro
- “El último tour del mundo”, de Bad Bunny
- “Jose”, de J Balvin
- “KG0516”, de Karol G
- “Mendó”, de Alex Cuba
- “Sin Miedo” de Kali Uchis

Melhor álbum de jazz instrumental
- “Jazz Selections: Music from and inspired by soul”, de Jon Batiste
- “Absence”
- “Skyline”
- “Akoustic Band Live”
- “Side-Eye NIC (V1.VN)”

Melhor álbum de jazz vocal
- “Generations”
- “Superblue”
- “Time Traveler”
- “Flor”
- “Songwrights Apothecary lab”

Melhor videoclipe
- “Shot In The Dark”, de AC/DC
- “Freedom”, de J. Batiste
- “I Get a Kick out of You”, de Tony Bennett e Lady Gaga
- “Peaches”, de Justin Bieber
- “Happier Than Ever”, de Billie Eilish
- “Montero (Call Me By Your Name)”, de Lil Nas X
- “Good 4 U”, de Olivia Rodrigo

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags