Participamos do

Criptomoeda inspirada em Round 6 salta de valor e depois some; entenda

Após saltar mais de 310.000% na noite desse domingo, 31, a criptomoeda inspirada em Round 6 perdeu todo o seu valor e seus canais oficiais desapareceram na Internet. Essa manobra é conhecida como 'puxar o tapete' dos investidores
19:42 | Nov. 01, 2021
Autor Mateus Brisa
Foto do autor
Mateus Brisa Estagiário
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Uma criptomoeda inspirada na série Round 6, da Netflix, se tornou assunto nesse domingo, 31, após seus criadores ganharem cerca de US$ 2,1 milhões ao 'puxar o tapete' dos investidores. Nessa manobra, quem criou o ativo rapidamente vende suas criptomoedas, trocando por dinheiro físico, impedindo outros compradores de vender suas moedas.

O ativo, chamado de Squid (em alusão ao outro título internacional da série, “Squid Game”), foi criado em 20 de outubro como um token pago para um jogo online também inspirado pela série. Os compradores enfrentaram dificuldades para vender seus tokens e o whitepaper — espaço onde as informações do ativo ficam armazenadas — da moeda estava cheio de erros gramaticais, segundo relatórios do The Guardian.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Na noite de domingo, a criptomoeda atingiu o valor de US$ 2.856, um salto de mais de 310.000%. Pouco depois, perdeu todo o seu valor quando o Twitter sinalizou e restringiu o perfil da criptomoeda na rede social por “atividades suspeitas”. O site, o whitepaper e outras contas sociais da Squid também desapareceram da Internet.

Criptomoeda de Round 6: site alerta para golpe

O CoinMarketCap, um site de rastreamento de preços de criptomoedas, alertou a compradores sobre a origem possivelmente fraudulenta da criptomoeda Squid. Os investidores foram orientados a “fazer sua própria diligência e ter cuidado ao negociar”. Segundo o site, alguns investidores já enunciavam dificuldades para vender seus tokens.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags