Participamos do

Senhor dos Anéis: Franquia completa 20 anos; veja história e onde assistir

A série de filmes, baseada no universo criado por J. R. R. Tolkien, celebra duas décadas de existência em 2021. História teve três longas-metragens
10:00 | Set. 11, 2021
Autor Clara Menezes
Foto do autor
Clara Menezes Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

“Numa toca no chão vivia um hobbit”. A frase que introduz todo o universo de “Senhor dos Anéis” surgiu de repente na cabeça de J. R. R. Tolkien (1892 - 1973), enquanto ele corrigia a prova de um de seus alunos universitários. Escreveu em uma das páginas em branco sem saber o motivo, porque ainda não tinha nem mesmo o início de um enredo. Aquele primeiro rascunho seria o começo de “O Hobbit” (1937): “Não uma toca desagradável, suja e úmida, cheia de restos de minhocas e com cheiro de lodo; tampouco uma toca seca, vazia e arenosa, sem nada em que sentar ou o que comer: era a toca de um hobbit, e isso quer dizer conforto”.

Sete palavras aparentemente aleatórias se tornaram uma das obras-primas da fantasia: tanto tempo depois, o autor virou uma referência para centenas de escritores de gerações posteriores, criou um universo novo e foi o responsável pelo surgimento de quase dez filmes. Também passou a movimentar um nicho de mercado repleto de referências de seus conteúdos. No ano em que marca as duas décadas de lançamento do filme “Senhor dos Anéis: A Sociedade do Anel”, a influência permanece no cinema e na literatura.

Após “O Hobbit” (1937), Tolkien escreveu “A Sociedade do Anel” (1954), “As Duas Torres” (1954) e “O Retorno do Rei” (1955). Essas histórias, lançadas quase em sequência, criaram uma mitologia própria, que ocorre em um lugar distante da realidade: a Terra Média. Lá, existem hobbits (para os leigos, são seres peludos e com orelhas pontudas), elfos, magos e humanos. Apesar de seus aspectos fantasiosos, esse lugar não seria um mundo novo, mas, na verdade, a Terra há muitos séculos.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

A história de 'Senhor dos Anéis' começa com Frodo Bolseiro
A história de 'Senhor dos Anéis' começa com Frodo Bolseiro (Foto: Divulgação)

Tudo começa quando o hobbit Frodo Bolseiro recebe um misterioso anel de seu tio. Ele descobre por meio de um amigo feiticeiro que aquilo é uma joia mágica, capaz de causar consequências destrutivas no local em que vive. A única coisa que pode fazer para evitar essas adversidades é queimando-o exatamente onde foi produzido, na Montanha da Perdição. Entretanto, não é fácil de chegar nesse destino.

Por isso, convoca outros companheiros para acompanhá-lo. Também estão na aventura: os hobbits Sam (Sean Astin), Merry (Dominic Monaghan) e Pipping (Billy Boyd), o mago Gandalf (Ian McKellen), os humanos Aragorn (Viggo Mortensen) e Boromir (Sean Bean), o elfo Legolas (Orlando Bloom) e o anão Gimli (John Rhys-Davies).

Nos cinemas

Assim como as obras literárias, os longas-metragens se tornaram sucessos de bilheteria. Seu diretor, Peter Jackson, adaptou o universo de J. R. R. Tolkien décadas depois da morte do autor. O realizador audiovisual foi responsável pela trilogia “O Senhor dos Anéis” e pela saga posterior “The Hobbit”, também dividida em três partes. Com a terceira das seis produções, “Senhor dos Anéis: O Retorno do Rei” (2004), conquistou 11 categorias no Oscar, incluindo Melhor Filme, Melhor Diretor e Melhor Roteiro Adaptado.

Tanto sucesso no audiovisual não poderia parar em meados da década de 2010. Por isso, a Amazon Prime Video encomendou uma série da franquia, que está prevista para ser lançada em 2 de setembro de 2022. Ainda sem nome oficial, a produção contará com estreia semanal de episódios.

Na história, os espectadores poderão conhecer o universo de J.R.R. Tolkien milhares de anos antes de “O Hobbit” e “O Senhor dos Anéis”. O enredo será ambientado na denominada “Segunda Era”, quando foi criado o Anel. “Começando em uma época de relativa paz, milhares de anos antes dos eventos dos livros 'O Hobbit' e 'O Senhor dos Anéis', a série segue um elenco de personagens, tanto familiares quanto novos, enquanto confrontam o temido ressurgimento do mal na Terra Média”, afirmou o streaming em texto para a imprensa.

A Warner Bros também lançará o anime "The Lord of the Rings: The War of Rohirrim", que ainda não tem data de estreia. A trama, dirigida por Kenji Kamiyama focará em Helm Hammerhand, o nono rei de Rohan. 

Sem previsão para que as produções baseadas nessas narrativas acabem, fato é que o considerado “pai da literatura fantástica moderna” continua influenciando gerações de diferentes regiões e épocas. Como Stephen King, um dos maiores escritores de terror da atualidade, demonstrou em seu livro “Sobre a Escrita”: “Mil páginas de hobbits não foram suficientes para três gerações pós-Segunda Guerra mundial de fãs de fantasia”.

“Daí vem Terry Brooks, Piers Anthony, Robert Jordan, os coelhos aventureiros de ‘A Longa Jornada’ e centenas de outros. Os escritores desses livros criam hobbits porque ainda os amam e querem mais; estão tentando trazer Frodo e San de volta dos Portos Cinzentos porque Tolkien já não está mais aqui para fazer isso por eles”, conclui.

Onde assistir

O Senhor dos Anéis - A Sociedade do Anel (2001)
Os “hobbits” são seres que vivem no universo fantástico da Terra Média. Um deles recebe um anel mágico como presente de seu tio, mas o objeto precisa ser destruído antes de cair nas mãos erradas. Com esse objetivo, ele enfrentará um caminho difícil e perigoso. Para cumprir a missão, quatro hobbits, um elfo, um anão, um mago e dois humanos formarão a “Sociedade do Anel” para que o trabalho seja bem sucedido.
Onde: HBO Max e Now; para alugar em Google Play, Apple TV, Looke e Microsoft

O Senhor dos Anéis: As Duas Torres (2002)
A Sociedade do Anel se desfez depois que Merry (Dominic Monaghan) e Pippin (Billy Boyd) foram capturados. A partir dessa situação, Frodo (Elijah Wood) e Sam (Sean Astin) seguem o caminho rumo à Montanha da Perdição, com o objetivo de destruir o Anel. Por outro lado, Aragorn (Viggo Mortensen), Legolas (Orlando Bloom) e Gimli (John Rhys-Davies) tentarão resgatar os membros sequestrados.
Onde: HBO Max; para alugar em Google Play, Apple TV, Looke e Microsoft

O Senhor dos Anéis: O Retorno do Rei (2003)
As situações convergem para um confronto entre o bem e o mal, que lutam pelo controle da Terra Média. Sauron planeja atacar a capital de Gondor. Com isso, Gandalf (Ian McKellen) e Pippy vão até a cidade para ajudar na resistência e impedir os planos do inimigo. Os outros três, Frodo, Sam e Gollum (Andy Serkis) viajam para a Montanha da Perdição. Filme é o último da trilogia.
Onde: HBO Go; para alugar em Google Play, Apple TV, Looke e Microsoft

O Hobbit: Uma Jornada Inesperada (2012)
Bilbo Bolseiro (Martin Freeman) vive uma vida comum com outros hobbits. Em um determinado dia, o mago Gandalf aparece em sua porta para que eles possam partir em uma aventura. Com isso, os dois iniciam uma jornada pela Terra Média com o objetivo de libertar o reino de Erebor do dragão Smaug.
Onde: Telecine Play, Amazon Prime Video e Now; para alugar em Google Play, Apple TV, Looke e Microsoft

O Hobbit: A Desolação de Smaug (2013)
Bilbo Bolseiro vai para a Montanha Solitária para ajudar seus companheiros em uma missão: eles pretendem conseguir a Pedra de Arken, que fará com que Thorin (Richard Armitage) obtenha respeito e apoio para retomar o reino. O objeto, porém, está sendo protegido pelo dragão Smaug, perdido entre seu tesouro.
Onde: Telecine Play, Amazon Prime Video e Now; para alugar em Google Play, Apple TV, Looke e Microsoft

O Hobbit: A Batalha dos Cinco Exércitos (2014)
Quando Smaug é expulso da montanha Erebor, ele ataca uma cidade próxima. Bard (Luke Evans) consegue derrotá-lo e matá-lo, mas vários grupos se interessam pela riqueza que estava dentro da montanha. Depois disso, Thorin (Richard Armitage) faz de tudo para impedir a entrada de elfos e anões no lugar, porque está obcecado em dominar as riquezas.
Onde: Telecine Play, Amazon Prime Video e Now; para alugar em Google Play, Apple TV, Looke e Microsoft

Podcast Vida&Arte

O podcast Vida&Arte é destinado a falar sobre temas de cultura. O conteúdo está disponível nas plataformas Spotify, Deezer, iTunes, Google Podcasts e Spreaker.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags