Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Erasmo Carlos tem alta de hospital após ser internado com Covid-19

Aos 80 anos, o cantor Erasmo Carlos recebeu alta do hospital na segunda-feira, 6 de setembro. Ele estava internado desde a última terça-feira, 31 de agosto
14:13 | Set. 07, 2021
Autor Clara Menezes
Foto do autor
Clara Menezes Jornal
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Erasmo Carlos recebeu alta médica na segunda-feira, 6, após passar seis dias internado em decorrência da covid-19. As informações foram divulgadas pela assessoria do artista ao portal G1.

Ele estava em hospital no Rio de Janeiro para ser monitorado por uma equipe médica por causa de sua idade e por ter algumas comorbidades. O cantor tem 80 anos e já tomou as duas doses da vacina contra o coronavírus.

Seu retorno para casa já era esperado devido à evolução do quadro clínico. Na data em que recebeu alta, as duas semanas que costumam marcar o ciclo da doença foram completadas.

Na última terça-feira, 31 de agosto, a equipe de Erasmo Carlos havia divulgado nas redes sociais sobre a internação com objetivo de dar continuidade ao tratamento.

O texto finalizou ao agradecer às pessoas que estão torcendo por sua saúde. “Agradecemos muito a torcida, orações e carinho de todos os amigos. Continuem vibrando positivo!”.

Podcast Vida&Arte

O podcast Vida&Arte é destinado a falar sobre temas de cultura. O conteúdo está disponível nas plataformas Spotify, Deezer, iTunes, Google Podcasts e Spreaker.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Vacinação em Fortaleza: veja lista de agendados para esta quarta-feira (08/09)

Coronavírus
13:51 | Set. 07, 2021
Autor Redação O POVO
Foto do autor
Redação O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A Prefeitura de Fortaleza divulgou novas listas com os agendamentos para esta quarta-feira, 8 (8 de setembro). Na Capital, haverá aplicação de primeira dose  (D1) em repescagem de pessoas nascidas entre 1981 a 1996. Além disso, também será realizado o atendimento segunda dose (D2), para pessoas nascidas entre 1934 e 2003. A gestão espera vacinar seis mil pessoas para D1 e 25.520 para D2.

É possível conferir o próprio agendamento, individualmente, por meio da plataforma Vacine Já ou pelo site da Prefeitura de Fortaleza específico sobre Coronavírus. Todos os nomes dos vacinados também são divulgados pela Prefeitura por meio de listas em PDF no site oficial da gestão. 

>> Confira lista da população agendada (D1) para quarta (08/09)

>> Confira lista da população agendada (D2) para quarta(08/09)

Até sexta-feira, 3, 895.115 fortalezenses completaram o esquema vacinal contra a Covid-19, por meio da aplicação de duas doses ou com o imunizante de dose única, e garantiram uma maior proteção da doença. Com pelo menos uma das doses, o total de vacinados é de cerca de 1,8 milhões de pessoas. As informações foram divulgadas no Vacinômetro da Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

LEIA TAMBÉM | O que fazer se perdi agendamento de primeira ou segunda dose em Fortaleza?

Repescagem da vacina contra a Covid-19: tira-dúvidas

O que levar para a vacinação

No ato da vacinação será necessário, obrigatoriamente, apresentar documento de identidade original com foto, Cartão Nacional de Saúde (CNS) ou CPF e comprovante de endereço no município de Fortaleza, pois serão contemplados apenas residentes da Capital.

Como saber se estou agendado? 

1) Para os fortalezenses, é possível consultar as listas diárias de vacinação publicadas no site Coronavírus Fortaleza e também conferir o cadastro pelo site Vacine Já (vacineja.sepog.fortaleza.ce.gov.br/);

2) No site Vacine Já, digite seu CPF, sua data de nascimento e o código solicitado. A seguir, clique em "Consultar". O sistema vai mostrar seus dados cadastrados e, se o agendamento estiver disponível, vai indicar seu horário e local de vacinação;



3) Quem não reside em Fortaleza deve lembrar que cada município possui uma logística própria de agendamento na vacinação da Covid-19 a partir dos dados do Saúde Digital. Por isso, é importante buscar os canais de comunicação da secretaria municipal de saúde da sua cidade e acompanhar como está o calendário de vacinação onde você mora. Confira no portal da Associação dos Municípios do Estado do Ceará (Aprece) os sites de cada prefeitura do Ceará.

Como fazer o cadastro no Saúde Digital? 

No Ceará, é preciso realizar o cadastro na plataforma Saúde Digital para a vacinação contra a Covid-19. O POVO explica como fazer o cadastro na plataforma.

1) Para se cadastrar, é preciso acessar o site Saúde Digital (vacinacaocovid.saude.ce.gov.br/) e clicar em "Ainda não tenho cadastro";


Cadastro de vacinação no Ceará contra Covid-19.
Cadastro de vacinação no Ceará contra Covid-19. (Foto: Reprodução/Site Saúde Digital)


2) Serão solicitadas informações básicas, como país de origem, CPF, nome completo, data de nascimento, nome da mãe, telefone para contato, sexo, raça/cor e informações profissionais. O fornecimento do Cartão Nacional de Saúde (CNS) é opcional;


Para se cadastrar, é necessário preencher os campos com dados pessoais.
Para se cadastrar, é necessário preencher os campos com dados pessoais. (Foto: Reprodução/ Saúde Digital)


3) A próxima fase pede dados de saúde para identificar se a pessoa faz parte de grupos prioritários. Também é questionado se você teve Covid-19 recentemente;


Na segunda etapa, são perguntadas informações sobre a classificação da pessoa em grupos prioritários.
Na segunda etapa, são perguntadas informações sobre a classificação da pessoa em grupos prioritários. (Foto: Reprodução/ Saúde Digital)


4) A última etapa do processo pede o endereço de residência da pessoa, que servirá de base para o agendamento no município de aplicação da vacina;


Na tela seguinte, é necessário fornecer dados sobre o endereço de residência.
Na tela seguinte, é necessário fornecer dados sobre o endereço de residência. (Foto: Reprodução/ Saúde Digital)


5) Após o preenchimento de todos os dados, será aberta uma página para a confirmação de todos os dados. Nela, a pessoa deve criar uma senha de acesso e informar um e-mail;

6) A Secretaria da Saúde enviará um link de confirmação do cadastro para o e-mail fornecido.

LEIA MAISPasso a passo: como se cadastrar para a vacinação contra a Covid-19 no Ceará

O que fazer se o e-mail de confirmação do cadastro não chegar?

Primeiro, confira todas as caixas do seu e-mail, como "spam" e "lixeira". Caso não encontre a mensagem, a Sesa disponibiliza o telefone gratuito 0800 275 1475 para questionamentos sobre o Cadastro Estadual de Vacinação. No site da Sesa e do Governo do Ceará, está disponível também o assistente virtual "Plantão Coronavírus".

Caso a dúvida seja relacionada à imunização em Fortaleza, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) disponibiliza o número 156.


Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Rio tem maior média móvel de mortes por Covid-19 desde junho

Saúde
10:47 | Set. 07, 2021
Autor Agência Brasil
Foto do autor
Agência Brasil Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O estado do Rio de Janeiro chegou ontem (6) à maior média móvel de mortes por covid-19 desde o dia 26 de junho, segundo o painel de dados Monitora Covid-19, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). O estado teve 142 mortes por dia nos últimos sete dias, patamar que representa um aumento de 33% em relação a 14 dias atrás.

Na capital fluminense, o número de casos também subiu cerca de 30% em relação há 14 dias. A cidade do Rio de Janeiro registrou ontem uma média móvel de cerca de 68 mortes por dia nos últimos sete dias. 

Pesquisadores da fundação tem alertado que o estado caminha em direção contrária ao país, que apresenta queda nos óbitos e está na menor média móvel de vítimas desde o ano passado. A capital fluminense é considerada epicentro da variante Delta, que já se tornou dominante em relação às outras cepas do SARS-CoV-2. 

O Observatório Covid-19 da Fiocruz destacou em seu último boletim que considera que o estado do Rio de Janeiro é o que mais preocupa em relação à taxa de ocupação de leitos de terapia intensiva para covid-19, com a região metropolitana da capital apresentando percentuais críticos de ocupação: Rio de Janeiro (96%) - Belford Roxo (100%), Duque de Caxias (94%), Guapimirim (90%), Nova Iguaçu (85%), Queimados (78%) e São João do Meriti (83%).

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Rio: adolescentes de 15 anos serão vacinados a partir do dia 8

Saúde
20:13 | Set. 06, 2021
Autor Agência Brasil
Foto do autor
Agência Brasil Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro (SMS) anunciou hoje (6) que retomará a vacinação dos adolescentes contra a covid-19 na quarta-feira (8). Segundo a secretaria, será possível iniciar a imunização do público de 15 anos de idade com a chegada, nesta segunda-feira (6), de 35.832 doses da Pfizer para primeiras doses. As meninas de 15 anos terão os dias 8 e 9 para se vacinarem, enquanto os meninos da mesma idade irão aos postos de vacinação no dia 10.

No período de 8 a 10 deste mês, também serão atendidas nos pontos de vacinação as pessoas agendadas para tomar a segunda dose, além de gestantes, puérperas, lactantes e pessoas com deficiência (PcD) a partir de 12 anos, além dos indivíduos com 25 anos ou mais que, por algum motivo, ainda não tenham se vacinado. “A continuidade do calendário para outras faixas etárias será anunciada quando o município receber mais doses do Ministério da Saúde”, disse a secretaria, por meio de sua assessoria de imprensa.

Hoje (6), véspera do feriado da Independência, apesar do ponto facultativo, os postos de vacinação funcionaram das 8h às 17h, para segunda dose e repescagem. Ao longo do dia, 48.909 doses foram aplicadas na cidade. Amanhã, devido ao feriado, os postos de vacinação não funcionarão. 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Ceará tem 27,77% da população vacinada contra a Covid-19

CORONAVÍRUS
20:04 | Set. 06, 2021
Autor Mirla Nobre
Foto do autor
Mirla Nobre Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Ceará tem um total de 2.551.263 pessoas que completaram a imunização contra a Covid-19 (duas doses de AstraZeneca, CoronaVac, Pfizer ou dose única da Janssen). A quantidade equivale a 27,77%* da população, de um total de 9,1 milhões de pessoas que residem no Estado. Em relação à primeira dose (D1), mais de cinco milhões de pessoas receberam a vacina, contabilizando 59,15% da população do Estado. As informações são da plataforma Vacinômetro, da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), consolidadas às 17 horas desse domingo, 5.

As estimativas da quantidade populacional são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A plataforma ainda mostra que, desde a última atualização, na sexta-feira, 3, mais de 48 mil pessoas receberam a D1, 19 mil a D2 e nenhuma a dose única. O Ceará aplicou mais de sete milhões de doses da vacina contra a doença em sete meses da campanha de vacinação contra a doença, iniciada em 18 de janeiro.

LEIA MAIS | Vacinas da Pfizer e da AstraZeneca neutralizam variante Delta após 2ª dose

+ Morre 1ª pessoa com variante Delta do coronavírus no Ceará

No levantamento dos imunizantes que chegaram ao Ceará, por meio do Plano Nacional de Imunização (PNI), coordenado pelo Ministério da Saúde, mais de nove milhões de vacinas foram entregues ao Estado e foram distribuídas aos 184 municípios. A população vem sendo contemplada com doses das vacinas CoronaVac/Instituto Butantan, AstraZeneca/Oxford, Pfizer/BioNTech e Janssen/Johnson&Johnson — esta última utiliza apenas uma dose de aplicação para imunização contra o vírus. 

Um novo lote de vacinas deve chegar ao Ceará na noite desta segunda-feira, 6. São 63.180 doses da Pfizer/BioNTech, que serão utilizadas para aplicação da primeira e segunda doses (D1 e D2). Para amanhã, está prevista a chegada de mais uma remessa do imunizante, segundo o Ministério da Saúde. As informações foram antecipadas pelo governador do Ceará, Camilo Santana (PT), em publicação nas redes sociais.

Confira os números da vacinação no Ceará

Total de doses aplicadas: 7.986.292
Total de D1 aplicadas: 5.435.029
Total de D2 aplicadas: 2.393.514
Total de doses únicas aplicadas: 157.749

Campanha de vacinação

Na campanha de vacinação contra a Covid-19 no Estado, todos os municípios cearenses já começaram a vacinar a população em geral. A nova etapa da campanha acontece de forma escalonada por ordem decrescente de idade, a partir dos 59 anos. Para receber a vacina, as pessoas devem estar devidamente cadastradas na plataforma Saúde Digital, da Sesa.

LEIA MAIS | Passo a passo: como se cadastrar para a vacinação contra a Covid-19 no Ceará

+ Fortaleza começa aplicação de 3ª dose da vacina contra Covid-19 nesta quarta-feira, 8

O total de 39 municípios cearenses iniciaram a vacinação de adolescentes de 12 a 17 anos. Em Fortaleza, adolescentes de 12 anos começam a ser vacinados com a primeira dose do imunizante contra a Covid-19 nesta terça-feira, 7. A vacinação na Capital teve início no dia 26 de agosto. Até hoje, 894.012 fortalezenses completaram o esquema vacinal contra a doença.

Veja os números de vacinados por grupo prioritário no Estado**

- Profissionais de Saúde (fase 1)

Dose 1 (D1): 259.189 (102%)
Dose 2 (D2): 240.194 (87%)
Dose Única (DU): 123

- Idosos institucionalizados (fase 1)

Dose 1 (D1): 2.198 (108%)
Dose 2 (D2): 2.169 (107%)
Dose Única: 0

- Indígenas (fase 1)

Dose 1 (D1): 19.922 (95%)
Dose 2 (D2): 19.623 (94%)

- Idosos > 75 anos (fase 1)

Dose 1 (D1): 375.081 (108,78%)
Dose 2 (D2): 359.567 (104,33%)
Dose Única: 141

- Deficientes institucionalizados (fase 1)

Dose 1 (D1): 620 (148,28%)
Dose 2 (D2): 619 (138%)
Dose Única: 0

- Idosos entre 70 e 74 anos (fase 2)

Dose 1 (D1): 240.326 (108,05%)
Dose 2 (D2): 221.015 (99,17%)
Dose Única (DU): 137

- Idosos entre 65 e 69 anos (fase 2)

Dose 1 (D1): 272.191 (98,36%)
Dose 2 (D2): 276.223 (93,76%)
Dose Única (DU): 247

- Idosos entre 60 e 64 anos (fase 2)

Dose 1 (D1): 339.487 (99%)
Dose 2 (D2): 312.116(79%)
Dose Única: 651

- Povos e comunidades quilombolas (fase 2)

Dose 1 (D1): 14.863 (101%)
Dose 2 (D2): 13.847 (86%)
Dose Única: 79

- Trabalhadores da Força de Segurança, Salvamento e Forças Armadas (fase 2)

Dose 1 (D1): 32.729 (111%)
Dose 2 (D2): 24.403 (61%)
Dose Úncia: 124

- Gestantes, Puérperas e Comorbidades (fase 3)

Dose 1 (D1): 59.349 (93%)
Dose 2 (D2): 36.915 (51%)

- PCD e Comorbidades (Fase 3)

Dose 1 (D1): 423.446 (82%)
Dose 2 (D2): 313.948 (43%)
Dose Única: 2.098

- Trabalhadores da Educação (Fase 4)

Dose 1 (D1): 175.331 (99%)
Dose 2 (D2): 140.914 (17%)
Dose Única: 437

- Trabalhadores Portuários (Fase 4)

Dose 1 (D1): 2.978 (133%)
Dose 2 (D2): 627
Dose Única: 2

- Trabalhadores Transporte Aéreo (Fase 4)

Dose 1 (D1): 1.641 (96%)
Dose 2 (D2): 1.665 (79,13%)
Dose Única: 2

*A Sesa destacou que os dados oscilam negativamente em relação aos dias anteriores por consequência de ajustes nas planilhas enviadas pelos municípios.

**As porcentagens da vacinação da população cearense são definidas com base em metas estabelecidas pela Secretaria Estadual da Saúde do Ceará (Sesa) para cada público prioritário. As taxas de aplicação correspondem às doses que já foram distribuídas. Mediante o envio de lotes de vacinas pelo Ministério da Saúde (MS), as doses dos imunizantes são distribuídas aos municípios proporcionais às estimativas populacionais de cada grupo prioritário (meta).259.285

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Ministério bloqueia lotes da CoronaVac com o uso suspenso pela Anvisa

Saúde
20:02 | Set. 06, 2021
Autor Agência Brasil
Foto do autor
Agência Brasil Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Ministério da Saúde interditou lotes da vacina CoronaVac que foram suspensos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Os 25 lotes ficarão interditados até que a agência termine a apuração sobre a situação dos imunizantes.

A pasta também iniciou o rastreamento de doses que tenham por ventura sido aplicadas. Esses pacientes ficarão em acompanhamento por equipes do Sistema Único de Saúde até a decisão final da Anvisa, para avaliar possíveis eventos adversos.

O conjunto dos lotes totaliza 12,1 milhões de doses, enviadas da farmacêutica Sinovac, da China. Segundo a Anvisa, as vacinas foram envasadas em uma fábrica que não foi inspecionada, nem aprovada pela agência brasileira.

Em nota, o Instituto Butantan disse que a suspensão não deve “causar alarmismo”. O órgão informou que foi ele próprio que comunicou o fato à Anvisa. Segundo o comunicado, houve uma “mudança em uma das etapas do processo de formulação da vacina, nas instalações fabris da Sinovac, que pode ocorrer no processo de produção”.

Mas, continua a nota do instituto, “vale reiterar que a fábrica chinesa tem certificação de que segue boas práticas internacionais, a GMP, e também foi feita a inclusão na Anvisa. O Butantan informa que enviou toda a documentação de qualidade vinda da China, da Sinovac, sobre os lotes citados”.

Reunião

Hoje, representantes da Anvisa e do Instituto Butantan reuniram-se para tratar sobre o caso. Os integrantes do onstituto apresentaram informações sobre a avaliação de risco realizada pelo órgão. Esta análise afastou a existência de risco nos lotes interditados.

Os representantes da Anvisa responderam que para fazer essa conclusão é preciso avaliar o novo local onde ocorreu a fabricação dos lotes, o que só pode ocorrer com laudo de uma autoridade sanitária prevista para tal ou por meio de inspeção da própria equipe técnica da agência.

O Instituto Butantan disse que ainda não há autorização por autoridade sanitária nacional e recomendou que fosse realizada uma inspeção remota pela equipe técnica da Anvisa. Já os integrantes da Anvisa ponderaram que esse tipo de análise não tem se mostrado eficiente. O instituto se comprometeu a apresentar informações adicionais.

A agência informou que começou os trâmites internos para uma inspeção presencial. Para que os lotes sejam liberados, é preciso haver esse tipo de exame pelos técnicos do órgão ou um laudo de autoridade sanitária reconhecida pela instituição.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags