PUBLICIDADE
Vida & Arte
Noticia

Quem é MC Dricka, a única brasileira do funk no disputado prêmio BET

Considerada uma das novas vozes de destaque do funk, a artista lançou recentemente a música "Pancada" com o cantor Mateus Carrilho

09:33 | 11/06/2021
MC Dricka é indicada ao BET Award: 'Única brasileira representando o funk' (Foto: Reprodução/Instagram)
MC Dricka é indicada ao BET Award: 'Única brasileira representando o funk' (Foto: Reprodução/Instagram)

LGBTQIA+, negra, "rainha dos fluxos": prazer, MC Dricka. A artista de 22 anos, considerada uma das promessas do funk brasileiro, já chegou muito longe (apesar de somar apenas quatro anos de carreira). Dricka foi indicada ao BET Award, cobiçada premiação que homenageia artistas afro-americanos de todo o mundo. O prêmio será realizado no dia 27 de junho, nos Estados Unidos.

Nascida em São Paulo, a artista concorre na categoria melhor novo artista internacional com diversos nomes da música. São eles: Arlo Parks, do Reino Unido, Bramsito, da França, Bree Runaway, Reino Unido, Elaine, África do Sul, Ronisia, França, e Tems, da Nigéria.

Leia também | Ivete Sangalo estreia programas na TV e anuncia projeto com músicas inéditas

A cantora tem mais de dois milhões de ouvintes mensais na plataforma de streaming Spotify. No Youtube, os vídeos da artista já passam dos 128 milhões de visualizações. Os principais sucessos dela são: "Empurra Empurra", "38 Carregado", "Vai Fazer Carão" e "Bate Bate". Na última semana, lançou "Pancada" com o cantor de pop Mateus Carrilho.

No Instagram, a brasileira comemorou. "Estou muito feliz por essa indicação, a única brasileira representando o funk, e ainda mais o funk feminino. Agradeço de coração a todos que estão votando, votem bastante em mim", disse.

Antes da indicação de Dricka, o rapper Emicida era o único brasileiro na premiação deste ano. No mês passado, foi divulgado que ele concorre na categoria de melhor artista internacional.

Em 2020, Djonga representou o Brasil no BET Awards pela primeira vez e concorreu na categoria melhor flow internacional. Neste ano, o evento será transmitido ao vivo na televisão, no canal MTV, às 21h.

(Com informações da Agência Estado)


Podcast Vida&Arte
O podcast Vida&Arte é destinado a falar sobre temas de cultura. O conteúdo está disponível nas plataformas Spotify, Deezer, iTunes, Google Podcasts e Spreaker.