PUBLICIDADE
Vida & Arte
NOTÍCIA

Gravações inéditas de João Gilberto são lançadas em homenagem aos 90 anos do artista

As fitas foram capturadas pelo músico e compositor Carlos Coqueijo entre 1959 e 1960

16:50 | 07/06/2021
O cantor, compositor e músico João Gilberto, conhecido como pai da Bossa Nova, completaria 90 anos em junho. (Foto: Adenor Gondin/Governo do Estado da Bahia)
O cantor, compositor e músico João Gilberto, conhecido como pai da Bossa Nova, completaria 90 anos em junho. (Foto: Adenor Gondin/Governo do Estado da Bahia)

O cantor João Gilberto (1931 - 2019) completaria 90 anos de idade no dia 10 de junho. Em homenagem ao artista, a rádio Batuta, do Instituto Moreira Salles, divulgou gravações inéditas do músico na última quarta-feira, 2, disponíveis no site da instituição. 

O material reúne o conteúdo de três fitas de rolo gravadas em Salvador entre setembro de 1959 e dezembro de 1960 pelo jurista, músico e cronista baiano Carlos Coqueijo (1924 - 1988).

Coqueijo era amigo do cantor, e os dois trocavam melodias em reuniões informais. Destes encontros, duas fitas foram capturadas. A terceira gravação foi realizada em um show de João com Vinícius de Moraes, na Associação Atlética da Bahia.

Leia também | Comeback do EXO: banda de k-pop lança novo álbum e videoclipe

João Gilberto e Carlos Coqueijo em 1963.
João Gilberto e Carlos Coqueijo em 1963. (Foto: Reprodução / Instituto Moreira Salles )

No material, o artista interpreta 41 canções de diversos músicos, como Dorival Caymmi, Tom Jobim e Carlos Lyra. Destas, 20 nunca foram gravadas em disco.

Entre as músicas, estão "Eu Sonhei Que Tu Estavas Tão Linda", de Lamartine Babo e Francisco Matos, "Jeito de Flor", composta em parceria com Ronaldo Bôscoli, e uma interpretação inédita de "Sem Você", de Tom Jobim e Vinícius de Moraes.

As fitas foram repassadas para cassete por Aydil Coqueijo, viúva de Carlos, até passarem pelo processo de digitalização. Depois, elas foram entregues à pesquisadora Edinha Diniz, que as cedeu à Rádio Batuta.

Leia também | Ivete Sangalo estreia programas na TV e anuncia projeto com músicas inéditas

Nos áudios, o canto de João Gilberto muitas vezes é acompanhado pelo violão. Em outras ocasiões, o artista complementa os amigos, como o compositor Walter Santos, ou apenas toca as trilhas das novas faixas.

A bossa nova de João Gilberto

João Gilberto de Prado Pereira de Oliveira nasceu em Juazeiro, na Bahia, no dia 10 de junho de 1931. Após viver a infância e adolescência em ambientes musicais, o artista migrou para o Rio de Janeiro em 1950, onde fez parte do conjunto "Garotos da Lua".

Anos depois, o seu trabalho de estreia com o disco "Chega de Saudade" (1959) apresentou a Bossa Nova para o mundo. Consagrado como precursor do gênero, o artista foi eleito o segundo maior músico brasileiro pela revista Rolling Stone, atrás apenas de Antônio Carlos Jobim.

Leia também | "Nomear para combater": guia de bolso debate o fim do patriarcado

Podcast Vida&Arte

O podcast Vida&Arte é destinado a falar sobre temas de cultura. O conteúdo está disponível nas plataformas Spotify, Deezer, iTunes, Google Podcasts e Spreaker.