PUBLICIDADE
Vida & Arte
Noticia

Cantora cearense revela os sentimentos do isolamento em clipe

"Melô da Pandemia", de Paula Aragão, em parceria com Orlângelo Leal, é resultado das reflexões da artista durante isolamento social

17:36 | 23/03/2021
Paula Aragão lança música com base em suas reflexões da pandemia (Foto: Yago Fernando)
Paula Aragão lança música com base em suas reflexões da pandemia (Foto: Yago Fernando)

“Quando essa crise passar, eu vou beijar as bocas que eu não beijei/ Vou abraçar o povo todo outra vez/ Pegar na mão até de quem detesto”. Enquanto o Ceará enfrenta o segundo isolamento social rígido em menos de um ano, muitas pessoas continuam a fazer promessas do que irão fazer quando a pandemia acabar. Na música “Melô da Pandemia”, Paula Aragão revela alguns desses sentimentos que percorrem o dia a dia de tantos cearenses.

A artista, que estreia no cenário musical, produziu a canção à distância, em parceria com Orlângelo Leal. A obra surgiu a partir de reflexões que realizou durante seu cotidiano em casa.

Leia também | Músicas da quarentena: álbuns que refletem os sentimentos do isolamento

A letra, por exemplo, entoa as sensações do tédio: “O meu protesto é contra insônia, tédio e melancolia/ No sofá é pura nostalgia/ Nada acontece cai a noite raia o dia”. A melodia traz elementos das marchinhas de Carnaval, com pop, brega e techno.

A canção está disponível nas plataformas digitais e também conta com um videoclipe em seu canal no Youtube. No vídeo, duas pessoas estão confinadas em seus lares e mostram o tédio dos dias que parecem sempre os mesmos. Com produção independente, o conteúdo foi gravado em casa.

Leia também | 50 anos de Queen: série destaca momentos importantes da trajetória da banda


Neste mês, Paula Aragão também lançou “Ela”, uma composição que reflete sobre os padrões estéticos que as mulheres enfrentam na sociedade. A partir de vivências pessoais, a artista traz um discurso sobre empoderamento feminino e liberdade.