PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Diretora e atores de Grey’s Anatomy explicam como fizeram a surpresa do retorno de Patrick Dempsey, o Derek Sheperd

Personagem, que já morreu no seriado, apareceu no final do primeiro episódio da 17ª temporada do show estadunidense

11:07 | 14/11/2020
É a primeira vez que Patrick Dempsey, o Derek Sheperd, aparece na série desde a morte do seu personagem, em 2015.  (Foto: Reprodução/ Instagram)
É a primeira vez que Patrick Dempsey, o Derek Sheperd, aparece na série desde a morte do seu personagem, em 2015. (Foto: Reprodução/ Instagram)

O primeiro episódio da 17ª temporada de Grey’s Anatomy levou os fãs da série à loucura na noite de quinta-feira, 12. Isso porque um dos personagens que já teve seu fim na trama, o Derek Sheperd, interpretado por Patrick Dempsey, apareceu nos últimos 30 segundos do episódio de estreia da última noite. As informações são do E! Online

Derek se reencontra com Meredith Grey, a protagonista interpretada por Ellen Pompeo, em uma praia deserta. O personagem ainda está morto, mas mesmo que a cena seja um “flashback” ou sonho, é a primeira vez que ele retorna à série desde sua morte, em 2015, na 11ª temporada.

LEIA TAMBÉM | Grey's Anatomy irá abordar pandemia do novo coronavírus durante 17ª temporada

A aparição do personagem, no que parece ser um sonho, levantou rumores entre os fãs de que há algo de errado com Meredith. Em entrevista ao site de notícias estadunidense Deadline, Ellen Pompeo, Patrick Dempsey e a diretora Krista Vernoff explicaram como a reunião entre os personagens aconteceu.

"Começou com, como damos às pessoas alguma fuga", disse Vernoff. "Eu imaginei um tema de praia ao longo da temporada, e eu chamei Ellen e eu disse, ‘E se a gente trouxesse de volta, não sei, algum personagem morto que você pudesse sonhar na praia, seria tão divertido para os fãs'. E ela disse, ‘Vamos trazer Patrick'. Mesmo no meu maior sonho, esse pensamento não me ocorreu como opção, e ali estava ele", disse Krista.

Pompeo e Dempsey haviam se encontrado em Malibu, na Califórnia, e ela pensou que o ator pudesse trazer alegria aos fãs de Grey’s Anatomy. “Há muita escuridão e sabíamos que a união seria um pequeno raio de luz", disse Pompeo. "E, então, acho que tínhamos a mesma ideia, no fundo, de querer ajudar as pessoas e levar um sorriso no rosto das pessoas. Então, ele amou a ideia, e nós ficamos muito animados e nos divertimos muito filmando”, disse a atriz.

"Tenho monitorado o que Grey tem feito com a aplicação das máscaras e garantindo que as pessoas tenham o equipamento certo, e isso veio daquele lugar – Ok, o que podemos fazer para que as pessoas se sintam melhor, para dar algum conforto neste tempo de incerteza, e foi assim que tudo aconteceu", disse Patrick Dempsey. "E foi realmente uma experiência maravilhosa voltar, trabalhar com [a diretora] Debbie [Allen]", completou.

De acordo com um tweet publicado por Vernoff, quase ninguém sabia sobre o retorno do personagem antes do episódio ir ao ar. "A maioria dos atores não sabia. Alguns dos escritores não sabiam. A maioria das boas pessoas do estúdio e da comunicação não sabia", escreveu ela. "É tão divertido ver tudo se desenrolar".

A showrunner contou que colocou o nome da mãe morta de Grey no roteiro para não revelar a volta de Dempsey. "Devo dizer que foi uma façanha épica guardar este segredo", brincou. "Eu não enviei cortes para o estúdio e para a comunicação que incluíam a última cena. Eu não tive assistentes de escritores na sala dos roteiristas nos últimos meses. Houve escritores que não sabiam que estávamos fazendo isso na equipe. A maioria dos atores não sabia que estávamos fazendo isso. A equipe não sabia que estávamos fazendo isso quando eles apareceram no dia", revelou a produtora.

O portal Deadline perguntou se os fãs poderiam ver a mãe da personagem em um próximo “sonho” de Meredith Grey. “Não sei. Você tem que sintonizar e ver quem vem à praia. Será uma descoberta alegre", contou.

"Foi ótimo. Patrick e eu temos essa química, acho que, mesmo desde quando nos conhecemos, por algum motivo, parecia que nos conhecíamos há 100 anos e é o mesmo sentimento", contou Pompeo. "É como andar de bicicleta, só temos uma química e uma dinâmica que sempre nos serviu bem e acho que temos um afeto genuíno um pelo outro", concluiu.