PUBLICIDADE
NOTÍCIA

"Tenho muito o que aprender", diz Adma Andrade, vocalista do Limão com Mel competidora do The Voice Brasil

A paraibana contou ao O POVO sobre a experiência de participar do programa de talentos mesmo sendo cantora profissional

Everton Lacerda
21:01 | 23/10/2020
Em entrevista, cantora revela o desejo de se inscrever no programa há mais de três anos (Foto: Reprodução Instagram )
Em entrevista, cantora revela o desejo de se inscrever no programa há mais de três anos (Foto: Reprodução Instagram )

Na noite desta última quinta-feira, 22, uma candidata do The Voice Brasil, da TV Globo, chamou a atenção dos jurados e do público com voz suave e sotaque paraibano. Adma Andrade, de 29 anos, cantou o clássico “De Volta Pro Aconchego”, composição de Dominguinhos e Nando Cordel, e conquistou o desejo dos quatro jurados do programa de talentos.

Natural de Monteiro, município da Paraíba, a cantora está longe de ser amadora. Isso porque, desde os 10 anos de idade, acumula experiências como cantora profissional, tendo no currículo experiência em bandas como Forró Anjo Azul e Magníficos, além de atualmente ser vocalista da banda de forró Limão com Mel. Em entrevista ao O POVO, a paraibana contou sobre a experiência de, mesmo profissional, participar de um programa de talentos.

“Eu vi alguns comentários falando que sou profissional, mas a gente tem sempre que aprender, eu também tive os meus momentos de dúvidas, serviu pra mim também, tive o meu momento de descrença e de buscar melhorar, tenho muito o que aprender", disse Adma, ao rebater críticas sobre sua participação no The Voice Brasil.

O fato de ser uma cantora experiente e profissional pesou na escolha de Adma. Ela revelou ter vontade de se inscrever na atração há três anos, mas o medo do que as pessoas falariam sobre ela a inibiu de submeter uma inscrição, até ano passado, quando, acompanhada de um amigo, gravou um vídeo tocando violão e cantando acusticamente. A cantora inscreveu o vídeo e foi chamada para participar do programa global.

Durante a apresentação, todos os jurados viraram a cadeira para receber a cantora em seus times, mas Adma escolheu Carlinhos Brown para ser seu técnico durante a jornada no programa. De acordo com ela, a escolha foi motivada pela regionalidade. Nordestino, assim como ela, Brown despertou identificação na cantora. “Conto muito com a torcida do Nordeste, será muito especial”, comentou.

Carreira no forró

Em relação à atuação como vocalista na banda Limão com Mel, Adma afirmou que já recebeu a torcida de todos os seus companheiros de palco. Sobre o futuro com a banda de forró, a cantora revelou não pensar muito, pois pretende “dar um passo de cada vez” e que “nunca imaginou chegar até onde chegou”.

Ela contou que já conseguiu levar o forró para o Brasil inteiro por meio das bandas que participou, mas que agora pretende levar o ritmo por ela mesmo, para que as pessoas conheçam a Adma. Por conta da pandemia de Covid-19, a banda não está mais fazendo shows e até mesmo as lives realizadas pelo grupo foram paradas.

Participação no The Voice

Sobre a experiência de participar do programa, a cantora declara que já fez vários shows, mas que essa sensação foi diferente. "Foi diferente de tudo. Foi incrível o sentimento". Ela assistiu o programa com sua família, na sua cidade natal, onde todos vibram por ela. Quando assistiu, revela que percebeu o quanto estava imersa na apresentação, sem conseguir prestar atenção em mais nada.

Devido à pandemia de coronavírus, toda a programação está sendo gravada com medidas de prevenção “rigorosas”, como descreve Adma. Ela afirma que a Globo tem colocado psicólogos à disposição e constantemente exigido exames dos participantes, para comprovar que eles não estão infectados. Os participantes fazem um exame na cidade em que estão antes de ir para o estúdio, no Rio de Janeiro, e depois, na volta, precisam fazer outro.

Este texto contou com a colaboração de Gabriela Almeida