PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Ex-integrante do "The Wanted", Tom Parker revela estar em tratamento de tumor cerebral inoperável

O anúncio foi feito nesta segunda-feira, 12, por meio de uma publicação nas redes sociais

Alan Magno
17:58 | 12/10/2020
O músico Tom Parker, de 32 anos, revelou estar em tratamento para um tumor cerebral que não pode ser operado. Tom ficou famoso dentre outro trabalhos, por sua participação na banda The Wanted (Foto: Reprodução Instagram Tom Parker)
O músico Tom Parker, de 32 anos, revelou estar em tratamento para um tumor cerebral que não pode ser operado. Tom ficou famoso dentre outro trabalhos, por sua participação na banda The Wanted (Foto: Reprodução Instagram Tom Parker)

O músico e produtor musical, Tom Parker, de 32 anos, revelou estar em tratamento para um tumor cerebral que não pode ser operado. O tumor está em estágio avançado, segundo revelou o ex-integrante da banda “The Wanted”. O anúncio foi feito nesta segunda-feira, 12, por meio de uma publicação nas redes sociais, na qual Tom pedia apoio, orações e também o amor de todos para o ajudar na “dura batalha” que relatou estar enfrentando.

“Estamos todos absolutamente arrasados, mas vamos lutar contra isso até o fim”, relata parte do anúncio assinado por Tom e pela esposa, Kelsey. No texto, eles revelam que se mantiveram distante das redes sociais nas últimas semanas e que o tratamento de Tom seria o motivo.

Apesar da gravidade da situação, o casal é categórico: “Não queremos a sua tristeza, queremos apenas amor e positividade e, juntos, vamos aumentar a conscientização sobre esta doença terrível e procurar todas as opções de tratamento disponíveis”. Em meio à positividade, eles destacam ainda que foi necessário um grande período de reflexão sobre como tratar a questão, mas que ambos concordaram em não se esconder.

A DOENÇA E O DIAGNÓSTICO 

Como forma de “expor todos os detalhes e deixar que todos soubessem dos fatos à nossa maneira”, o casal concedeu uma entrevista exclusiva à revista britânica “Ok!”. Ao periódico, Tom desabafou que ainda não conseguiu absorver tudo o que está acontecendo. Ele passou a procurar os médicos depois que sofreu uma convulsão em julho e outra em agosto deste ano, durante as férias com a família.

“Kelsey não podia me visitar por conta das restrições em decorrência da pandemia de Covid-19”. “Era muita coisa para lidar sozinho, eu ainda não processei tudo”, revelou à revista ao relembrar que precisou ficar internado por três dias seguidos, sozinho e isolado, realizando exames até receber o diagnóstico.

Os médicos atestaram que Tom possui um tumor maligno classificado como Glioblastoma, em fase terminal. Sendo o tipo mais comum de tumor a afetar o sistema nervoso central. O câncer, no estágio quatro, como se apresenta em Tom, é conhecido dentre os médicos por ser um tumor agressivo, com rápida capacidade de crescimento e de metástase, isto é, de se alastrar para demais regiões do organismo.

Dados do National Cancer Institute dos Estados Unidos estimam que a frequência deste tumor é de 2 a 3 para cada 100.000 adultos por ano, não sendo comum em pessoas abaixo dos 45 anos. Como ainda não há cura para a doença, a sobrevida estimada gira em torno de um ano e meio, mesmo com o tratamento efetivo. Apesar da situação, Tom segue positivo e pede que os fãs que não fiquem tristes. “Vai ser uma batalha difícil, mas com o amor e apoio de todos, vamos vencer isso”, pontuou ao anunciar o descobrimento da doença.

Tom e Kelsey, que está grávida do segundo filho do casal, destacaram ainda que além dos tratamento convencionais, estão buscando esperanças em tratamento experimentais e inovadores. “Estamos lutando contra isso - graças a todos atrás de nós lutando ao nosso lado. Vamos conseguir”, afirmou o casal nas redes sociais.

Tom realizou uma segunda postagem ainda nesta segunda e também assinada pela esposa, para agradecer o apoio que estão recebendo. Segundo eles, relatos de pessoas que conseguiram ter longos anos de vida após o diagnóstico da doença ou mesmo batalhas contra outros tipos de câncer tem sido um incentivo.

O casal destacou que o amparo está vindo de amigos, familiares, fãs e mesmo de pessoas que não acompanhavam a vida dos artistas. Integrantes da banda da qual Tom fez parte, The Wanted, também manifestaram solidariedade ao colega por meio das redes sociais, assim como outras figuras públicas e famosos do ramo da música. “Estamos verdadeiramente maravilhados com o amor, apoio e positividade de todos”, completaram.

VEJA O ANÚNCIO FEITO POR TOM NAS REDES SOCIAIS