PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Entre erros e acertos nas previsões, filme "De Volta para o Futuro" completa 35 anos de lançamento

Completando 35 anos de estreia na sexta-feira, 3, "De volta para o Futuro" ficou marcado como um filmes mais populares e adorados pelo público

Lillian Santos
13:22 | 02/07/2020
Marty McFly (Michael J. Fox) e Doc Brown (Christopher Lloyd) em
Marty McFly (Michael J. Fox) e Doc Brown (Christopher Lloyd) em "De volta para o Futuro" (Foto: Reprodução)

Em 3 de julho de 1985, “De Volta para o Futuro” era lançado nos cinemas internacionais. Com carros voadores, videogames e óculos de realidade virtual, o filme dirigido por Robert Zemeckis (“Forrest Gump” e “Náufrago”) apresenta um enredo que mistura ficção científica, comédia, aventura  e muitas expectativas para o futuro.

Após 35 anos da estreia, o longa ficou marcado como um dos filmes da época mais populares e adorados até então - que conta com “Os Goonies”, “Clube dos Cinco” e  "A Cor Púrpura" na listagem.

Assista ao trailer de “De Volta para o Futuro”:

Com Michael J. Fox, no papel do jovem Marty McFly, e Christopher Lloyd como o cientista Doc Brown, o filme se desenrola quando McFly acidentalmente aciona a máquina do tempo, em forma do carro DeLorean, criado por Doc Brown. Na viagem pelo tempo, Marty McFly retorna para os anos de 1950 e acaba encontrando com sua mãe (interpretada por Lea Thompson), antes dela casar com o pai de McFly. Na ocasião adversa, a versão jovem da mãe de Marty acaba se apaixonando pelo futuro filho, o que acaba ameaçando a existência de Marty. Em meio às tentativas de reunir as versões jovens de seus pais, Marty tem que retornar para o presente para salvar a vida de Doc Brown.

Leia tambémDe Francis Coppola, "Apocalypse Now: Final Cut" tem trailer divulgado e será lançado em julho no Belas Artes à la Carte

Nas viagens de Marty McFly pela máquina do tempo, diversas previsões para o que seria o futuro são apresentadas nos longas-metragens. O futuro que tinha skates e carros e voadores, este dos mais emblemáticos para a época, ainda não existe de forma efetiva, mas muitas das tecnologias mostradas em “De volta para o Futuro” ocorreram na realidade.

Os drones tão utilizados atualmente como mais uma forma de capturar imagens, foi mostrado no filme como andador de cachorro. Outra previsão bastante atual são as ligações por vídeo (quem diria que, exatamente mais de três décadas depois, as videoconferências seriam as formas de comunicação mais usadas no momento?). Utilizado no filme como chave de casa, a biometria é aplicada em diversas situações em 2020.

Outra previsão tecnológica demais a época foram os óculos de realidade virtual. Em meados de 2012, a Google lançou o “Google Glass, que além de capturar imagens, também tem acesso a internet. Já os videogames, que no filme são controlados por pensamento, os aparelhos mais atuais reconhecem o movimento do corpo, sem precisar de controles.

O primeiro filme da franquia que rendeu outras duas sequências: “De volta para o Futuro - 2”, em 1989, e “De volta para o Futuro - 3”, de 1990, pode ser assistido na Netflix. Os três longas também estão no catálogo do streaming da Amazon Prime Video.

Leia tambémVeja quais filme e séries chegam ao catálogo Amazon Prime em julho

Nesta sexta-feira, 3 de julho, data que marca o lançamento de “De volta para o Futuro”, o canal de TV por assinatura Studio Universal realizará uma maratona do longa futurístico, com exibição dos dois primeiros filmes da franquia, de 1985 e 1989, em sequência a partir de 7h50min.

Ouça o Podcast Vida&Arte: