PUBLICIDADE
NOTÍCIA

"Cine Holliúdy" volta a ser exibida a partir de 7 de julho; segunda temporada não tem data confirmada

A primeira temporada da série Cine Holliúdy substituirá "Aruanas" e será transmitida nas terças-feiras, às 22h30min, na TV Globo

21:55 | 25/06/2020
Letícia Colin e Edmilson Filho são os protagonistas da série Cine Holliúdy (Foto: Divulgação/Rede Globo)
Letícia Colin e Edmilson Filho são os protagonistas da série Cine Holliúdy (Foto: Divulgação/Rede Globo)

Francisgleydisson da Silva (Edmilson Filho) é um homem que luta pelo sonho de manter seu cinema na cidade fictícia de Pitombas, no interior do Ceará. Mas, na década de 1970, a popularidade dos filmes transmitidos ganha uma ameaça: uma televisão que foi colocada em praça pública pelo prefeito Olegário (Matheus Nachtergaele).

A história de Cine Holliúdy conquistou a indústria cinematográfica brasileira quando foi lançada em 2013. O enredo também ganhou uma adaptação em formato de série, estreado pela primeira vez em 2019, na TV Globo. Agora, após um ano, a emissora volta a exibir o seriado a partir do dia 7 de julho, às 22h40min, para substituir Aruanas.

Leia também | Confira o que estreia na Netflix em julho

Dirigida por Halder Gomes, Patricia Pedrosa e Renata Porto, a comédia de televisão é quase uma paródia da vida real. Com um cearense sonhador, uma paulista que desconhece a cultura regional, um político corrupto e uma primeira-dama com diversas exigências materiais, os personagens representam situações comuns do cotidiano brasileiro.

“O legal da série é que a gente parte de um fato real do cinema do Interior e, em Pitombas, a gente conta o Brasil. E agora o brasileiro está precisando rir de si mesmo. Com a agressividade que a gente vê hoje, isso não tem acontecido”, explica um dos criadores da produção, Marcio Wilson.

Leia também | Terceira temporada de "Dark" chega à Netflix neste sábado, 27 (27/06); lembre detalhes da série

 

Para Claudio Paiva, também criador da série, Cine Holliúdy lembra sobre a importância do sonho. “O Brasil precisa resistir e continuar sonhando. Não podemos perder a esperança. Tem nuvem de gafanhotos, nuvem de poeira, a política de Brasília, a milícia no Rio de Janeiro. Tenho observado como está sendo difícil sustentar o sonho. Mas a desesperança é muito ingrata”, afirma.

Na opinião do diretor cearense Halder Gomes, a obra traz ainda outro elemento: a representatividade. “(O nordestino) é um público muito apaixonado, com muito orgulho de sua cultura. Mas se a gente errasse a mão (na produção), seria muito grave. E a gente viu essa sensação de representatividade, de estar na Globo, porque as pessoas não davam apenas ‘parabéns’, o sentimento era diferente, de orgulho”, comenta.

Leia também | Meryl Streep completa 71 anos nesta segunda; confira lista com filmes

Francisgleydisson da Silva, Marilyn (Letícia Colin), Maria do Socorro Maciel (Heloísa Perissé), Olegário Maciel e tantos outros personagens mostram o Ceará para a televisão, mesmo que a série tenha sido filmada em Areias, um município com pouco mais de 3.000 pessoas, no interior de São Paulo.

Letícia Colin, Matheus Nachtergaele e Heloísa Perissé integram o elenco da série
Letícia Colin, Matheus Nachtergaele e Heloísa Perissé integram o elenco da série (Foto: Globo/Marcos Rosa)

Continuação da série

Com uma segunda temporada confirmada, mas ainda sem previsão de data de lançamento devido à pandemia do Covid-19, a continuação trará Maria do Socorro Maciel como prefeita e um novo amor para Francis. “A gente trabalhou (no roteiro) com o viés da paródia do Brasil Com relação ao assunto, ainda tratamos do cinema. Trabalhamos com o realismo fantástico. Mas tivemos o desafio de construir o novo amor para o Francisgleydisson e trazer uma prefeita nos anos 1970”, comenta Marcio Wilson.

Segundo Claudio Paiva, o roteiro também estará mais amadurecido, como é de praxe dos seriados. “A gente já conhecia o elenco e todas as possibilidades que ele oferecia. A possibilidade de fazer uma segunda temporada é a possibilidade de ter um trabalho mais amadurecido, mais coeso”, diz.

Leia também | Confira 10 filmes brasileiros para assistir nas plataformas de streaming

Cine Holliúdy

Quando: às terças-feiras, às 22h30min, a partir de 7 de julho
Onde: no canal aberto da TV Globo

Vida&Arte Podcast