Participamos do

Adriana Calcanhotto lança "Só", álbum sobre quarentena, e o apresenta em Festival online neste sábado

Faixa "Bunda Lê Lê", o "funk da quarentena", conta com participação de Dennis DJ e explora um gênero até agora pouco explorado pela artista
15:36 | Mai. 29, 2020
Autor Natália Coelho
Foto do autor
Natália Coelho Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

"O que que faz na quarentena? Na quarentena o que que faz? Senta, senta, senta a bunda e estuda, senta a bunda e lê, senta a bunda e vai à luta", são as frases ditas pela compositora, musicista e cantora Adriana Calcanhotto na canção "Bunda Lê Lê", em parceria com Dennis DJ. O "funk da quarentena" integra o seu mais novo álbum “Só”, produzido em menos de 30 dias e lançado nesta sexta, 29.

A cantora apresenta o álbum neste sábado, 30, às 14 horas, no Festival solidário 24h Juntos Pela Música, promovido pela União Brasileira de Compositores (UBC), no Instagram @ubcmúsica. O festival pretende arrecadar fundos para a campanha Juntos Pela Música, que vem ajudando artistas que foram prejudicados durante a quarentena.

Do conflito da pandemia e dos sonhos do fim da quarentena, o novo álbum de Adriana Calcanhotto, décimo segundo de sua carreira e o primeiro inteiramente autoral, foi produzido em menos de 40 dias como reflexo da pandemia. Com nove faixas, todas relacionadas de alguma forma com a situação atual, o disco passeia pelo MPB, samba e por experimentações musicais da cantora.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Utilizando versos repetidos, como a faixa “O que temos”, a cantora também explora temas relacionados à solidão e melancolia. “Em tempos de quarentena/ Nas sacadas nos sobrados/ Nós estamos amontoados e sós/ O que temos são janelas”, são trechos da canção.

O disco foi produzido por Adriana em parceria com o paraense Arthur Nogueira, com co-produção musical de STRR e Leo Chaves. É possível encontrar o disco nas plataformas digitais, como Spotify, Deezer e no iTunes.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags