PUBLICIDADE
NOTÍCIA

O 2019 de Espedito Seleiro: "Agora, eu sou do mundo"

Em 2019, Espedito Seleiro celebrou 80 anos, apresentou seu trabalho em Londres, recebeu homenagem desde a Sapucaí a exposições pelo Brasil e celebra o sucesso da trajetória bem vivida

23/12/2019 23:24:44
Mestre Espedito Seleiro, artesão do couro em sua oficina.
Mestre Espedito Seleiro, artesão do couro em sua oficina. (Foto: TATIANA FORTES)

 O ano de 2019 ainda estava dando boas vindas quando Espedito Seleiro ganhava as atenções. As expectativas eram altas, afinal, o cearense seria um dos nomes homenageados na Sapucaí carioca durante o Carnaval, pela União da Ilha do Governador. E assim foi feito. No começo de março, ele surgiu em uma das alas da escola de samba. O sorriso era de orelha a orelha. Mal sabíamos que alí, no centro das celebrações carnavalescas, era apenas o começo de um ano que seria dele.

A chegada aos 80, neste ano, é um dos motivos para comemorar. Mas não só isto. Espedito, depois de oito décadas, sabe se redescobrir. Tem facilidade em conviver com o novo e se moldar ao mercado acelerado em mudanças e novidades. Sabe ter vivacidade em tudo o que faz. Sem perder a essência e com os pés firmes em Nova Olinda, no Cariri, onde se faz morada.

“Eu tenho amor pela minha terra e ela me deu tudo o que eu já construí. Tenho é orgulho do meu povo. Mas eu dei umas andadas neste ano. Até em Londres eu fui parar, você acredita?”, comenta o artesão relembrando de um dos acontecimentos marcantes em 2019, quando ele teve seu trabalho exposto na mostra “Meu Coração Coroado”, na embaixada do Brasil na Inglaterra, em agosto.

“Eu devo tudo aos meus amigos, eles botaram o meu trabalho no mundo. Então, agora, eu sou do mundo. Não deixo meu Cariri, mas foi bom demais andar por aí, levar o meu trabalho para um lugar no qual eu nunca imaginei estar. É muita felicidade. Sou um oitentão cheio de história para contar”.

No Brasil, o trabalho de Espedito foi de uma ponta a outra. Teve exposição em Teresina, a "Ditos pelo Espedito", logo após o destaque do artista no Carnaval. O trabalho ganhou sua assinatura na intervenção em 15 móveis, em parceria com o empresário Luiz Fernando Dantas. A mostra foi a São Paulo, em cartaz na CASA- Museu do Objeto Brasileiro.

Suas obras também fizeram parada no Espaço de Cultura O POVO, com a exposição “Espedito Seleiro, Arte de Embonitar o Couro”. No Mauc, Museu de Arte da Universidade Federal do Ceará, neste segundo semestre do ano, o cearense foi homenageado pelo aniversário – comemorado em 29 de outubro - com a mostra “Espedito Seleiro - 80 anos de couro e alma”. A exposição fez uma imersão na sua vida e nas suas obras, trazendo referências de trabalhos importantes e exaltando a identidade criada por ele, com foco no regional, sem esquecer suas raízes.

Também nos últimos meses, Espedito tomou conta da passarela do São Paulo Fashion Week. O desfile dos alunos do curso de Desenhista de Moda do Senac Crato fizeram parceria com o trabalho da marca Amapô na coleção “SerTão Cariri”, que homenageia o trabalho do artesão. Por lá, ele topou com a nossa equipe. “É muito legal a gente receber uma homenagem dessa porque a gente vai passar um monte de dias se lembrando e tem aquela alegria no coração, né?! Eu acho que a gente deve fazer isso mesmo. Tem que mostrar quem a pessoa é enquanto está viva. Porque depois que morre para que serve a homenagem? Eu acho que alguém pensou bem nisso aí. Está perfeito”.

Antes que o ano termine, o artista deixa sua marca no Natal de Fortaleza. Sua trajetória serviu de inspiração para a campanha temática do Natal de Luz, promovida pela Câmara de Dirigentes Logistas de Fortaleza (CDL), que homenageia as oito décadas do mestre. As árvores natalinas da Praça no Ferreira, no Centro, e da Praça Portugal, na Aldeota. Sendo assim, após um ano intenso e comemorativo, Espedito segue na tentativa de mostrar ao mundo as caras do Ceará. Para 2020, ele conta que têm novos projetos. “Melhor deixar em segredo, mas muito em breve todo mundo vai saber”.

No início do segundo semestre, na São Paulo Fashion Week, desfile da marca Amapô, com colaboração de estudantes do Senac, trouxe referências do trabalho do artista para a passarela
No início do segundo semestre, na São Paulo Fashion Week, desfile da marca Amapô, com colaboração de estudantes do Senac, trouxe referências do trabalho do artista para a passarela
"Ditos pelo Espedito", com origem em Teresina, foi a São Paulo em Cartaz na CASA- Museu do Objeto Brasileiro. A exposição, com estreia em maio, é uma parceria com o empresário Luiz Fernando Dantas e conta com intervenções de Espedito em 15 móveis na marca Terrasse
Espedito é homenageado pela campanha do Natal de Luz deste ano. As decorações das árvores na Praça Portugal (foto) e Praça do Ferreira fazem referência ao DNA do artista
Espedito é homenageado pela campanha do Natal de Luz deste ano. As decorações das árvores na Praça Portugal (foto) e Praça do Ferreira fazem referência ao DNA do artista
Desfile da União da Ilha do Governador, na Sapucaí carioca, homenageou o artista durante o carnaval de 2019
Desfile da União da Ilha do Governador, na Sapucaí carioca, homenageou o artista durante o carnaval de 2019
Exposição
Exposição "Meu Coração Coroado" na embaixada brasileira em Londres

Na caminhada de 2019...