PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Dirigido por cearense, "A Vida Invisível" é indicado a prêmio nos EUA

Longa de Karim Aïnouz disputa a categoria de Melhor Filme Internacional com mais cinco longas na 35ª edição do Independent Spirit Awards

21/11/2019 16:00:47
Eurídice, 
em A vida invisível (2019)
Eurídice, em A vida invisível (2019) (Foto: fotos divulgação)

No dia em que estreia oficialmente no Brasil, o longa "A Vida Invisível", dirigido pelo cearense Karim Aïnouz, foi indicado ao 35º Independent Spirit Awards na categoria de Melhor Filme Internacional. A premiação foca na produção independente e não é vista necessariamente como uma "previsão" direta do Oscar. Mesmo assim, há histórico de indicações ao Spirit Awards que se repetiram no prêmio da Academia de Hollywood - como nos casos dos grandes vencedores "Moonlight", "12 anos de escravidão" e "O Artista", por exemplo - e a menção na lista é uma forma de visibilidade para a campanha do filme ao Oscar 2020.

LEIA MAIS |

Confira crítica sobre o filme

Entrevista com Karim Aïnouz: "O Brasil é Fernanda Montenegro, Elza Soares, Linn da Quebrada"

O longa de Karim foi escolhido em setembro como o representante do Brasil na disputa pelo maior prêmio da indústria de cinema norte-americana. O filme conta a história de duas irmãs, Eurídice (Carol Duarte e Fernanda Montenegro) e Guida (Júlia Stockler), que são separadas pelo contexto machista do Rio de Janeiro dos anos 1950. Em Fortaleza, o filme abriu a 29ª edição do Cine Ceará no final de agosto.

A carreira de "A Vida Invisível" começou no Festival de Cannes deste ano, quando ganhou o prêmio de Melhor Filme da mostra paralela Un Certain Regard. Com a gigante Amazon tendo os direitos de distribuição nos EUA, a obra vem sendo apontada como uma das possibilidades de figurar entre os cinco indicados ao Oscar por sites especializados como IndieWire e The Hollywood Reporter.

Disputam com "A Vida Invisível" o prêmio de Melhor Filme Internacional no Spirit Awards os longas "Os Miseráveis" (representante da França no Oscar), "Parasita" (representante da Coreia do Sul no Oscar, grande favorito), "Retrato de Uma Jovem em Chamas", "Retablo" (representante do Peru no Oscar) e "The Souvenir".