PUBLICIDADE
Noticia

"A Vida Invisível", do cearense Karim Aïnouz, estreia com exclusividade em Fortaleza nesta quinta, 19

Premiada obra que representará o Brasil na disputa do Oscar 2020 será exibida por uma semana em cinemas selecionados da Capital. Estreia nacional será em 31 de outubro

16/09/2019 15:51:49
Cena do filme A Vida Invisivel
Cena do filme A Vida Invisivel(Foto: Divulgação)

Vencedor da mostra paralela Un Certain Regard no Festival de Cannes e escolhido para representar o Brasil na disputa de Melhor Filme Internacional no Oscar 2020, o filme “A Vida Invisível”, dirigido pelo cearense Karim Aïnouz, estreará em caráter especial em Fortaleza nesta quinta, 19. A obra passará uma semana em cartaz com sessões diárias em cinemas selecionados até o próximo dia 25. 

LEIA TAMBÉM 

Entrevista: Karim Aïnouz conta detalhes do premiado "A Vida Invisível"

Análise: escolha de "A Vida Invisível" para representar Brasil no Oscar reafirma força do cinema cearense

Produtor de A Vida Invisível crê que melodrama favorece ida ao Oscar

Teaser exclusivo no O POVO: confira cena de "A Vida Invisível"

Após esta semana em cartaz, o filme sairá dos cinemas da Capital e só voltará a ser exibido quando ocorrer a estreia nacional, em 31 de outubro. Por enquanto, as sessões entre os dias 19 e 25 ocorrerão no Cinema do Dragão, no shopping RioMar Fortaleza e no shopping Iguatemi.

“A Vida Invisível” se passa no Rio de Janeiro dos anos 1950 e conta a história de duas irmãs que acabam sendo separadas por conta de contextos opressores da época. No elenco, estão as atrizes Carol Duarte e Julia Stockler, além de participação especial de Fernanda Montenegro.

Fernanda Montenegro e Karim Aïnouz na noite de abertura do Cine Ceará, para a estreia nacional de A Vida Invisível
Fernanda Montenegro e Karim Aïnouz na noite de abertura do Cine Ceará, para a estreia nacional de A Vida Invisível
A primeira exibição do filme no Brasil se deu também em Fortaleza, no dia 30 de agosto,  na abertura do 29º Cine Ceará - Festival Ibero Americano de Cinema. Na ocasião, o cineasta Karim Aïnouz recebeu o Troféu Eusélio Oliveira em homenagem à carreira das mãos de Fernanda Montenegro.

Você também pode gostar: