PUBLICIDADE
Noticia

Edital Incentivo às Artes é lançado após hiato de três anos; edital para audiovisual pode ser lançado ainda em setembro

O certame segue para conhecimento público durante 30 dias, entre 11 de setembro e 11 de outubro

Lucas Braga
12/09/2019 09:39:20
Apresentação de Cacique Pequena didatizou musicalidade indígena no início do evento
Apresentação de Cacique Pequena didatizou musicalidade indígena no início do evento(Foto: Lucas Braga/O POVO)

O XII Edital Incentivo às Artes foi lançado oficialmente nesta quarta-feira, 11. São dez linguagens, 293 projetos apoiados e investimento de R$ 7.098.101,60, 19% a mais que a edição de 2016. O certame segue para conhecimento público durante 30 dias, entre 11 de setembro e 11 de outubro.

Na noite desta quarta, o edital foi celebrado no Porto Dragão, na Praia de Iracema, em evento aberto ao público. A noite começou com musicalidade indígena, com Cacique Pequena; e apresentação do Maracatu Solar. Além de debate sobre o edital, ocorrerão ainda ações de circo, fotografia, poesia, grafite, dentre outras atrações.

Graça Freitas, bonequeira do grupo Formosura de Teatro, foi uma das representantes da Rede Cearense de Teatro de Bonecos no evento. O fórum, que reúne 15 grupos, comemorou o destaque dado à esta linguagem tradicional cearense no certame, com o novo prêmio Pedro Boca Rica de Teatro de Bonecos.

“É um divisor de águas para nós e demarca um espaço importante. O prêmio atende nossas reivindicações. O teatro feito pelos mestres mamulengueiros vão se beneficiar de forma direta no que se refere à produção, registro e memória, formas de fazer e repassar os saberes”, comenta Graça, que é atriz, bonequeira e diretora de teatro.

O boneco para ação dramática no teatro de animação - movido com luvas, vara, fios, dentre outros - também é conhecido como Casimiro Coco, Calunga, Mamulengo e João Redondo. O Teatro de Bonecos é reconhecido como Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil.

Valéria Cordeiro, coordenadora de Artes e Cidadania Cultural da Secult, explica que a acessibilidade na cultura também recebeu mais atenção. “O edital foi elaborado após discussões com os fóruns e trabalhamos com sugestões e demandas deles. O edital traz a Acessibilidade com critérios muito mais claros, com as orientações da Lei Brasileira de Inclusão. Acreditamos em aumento dos projetos que trabalham com acessibilidade e do uso das técnicas assistivas à acessibilidade a partir deste edital. É uma conquista formulada junto a esse público”.

Linguagens

O titular da Secretaria da Cultura do Estado (Secult), Fabiano Piúba, explicou que o Edital Incentivo às Artes promove, além da novidade que é o Teatro de Bonecos, incentivo a projetos de artes visuais, circo, dança, fotografia, humor, literatura, música e teatro.

Já o edital para audiovisual, que também não acontece desde 2016, deve ser lançado entre o fim de setembro e começo de outubro, com recursos também superiores a R$ 7 milhões.

“Tínhamos submetido nosso edital aos arranjos regionais da Ancine, para coinvestimento. Iríamos aguardar até agosto para nomeação de membros para aprovação do Plano Anual de Investimento do Fundo Setorial do Audiovisual (PAI/FSA). Assim como o Ceará, vários outros estados ficaram nessa expectativa. Fomos frustrados e decidimos, junto à Câmara Cearense de Audiovisual e Fórum Cearense de Audiovisual, lançá-lo com recursos próprios”, justifica Piúba.

Ainda sobre o audiovisual, o secretário ratificou a promessa feita pelo governador Camilo Santana (PT) quando da abertura do Cine Ceará 2019. O recurso a esta linguagem deve dobrar de volume, a partir de 2020.

“O Governo está fechando a Lei Orçamentária Anual (LOA) e já traduzimos essa ampliação no orçamento do Estado não só no próximo ano, mas até 2023, pelo menos, com o Plano Plurianual (PPA), a partir da Ceará Filmes, empresa que, junto a Secult, vai executar as políticas de fomento ao Audiovisual”, completa Fabiano Piúba.

O Edital

As inscrições gratuitas estarão abertas entre os dias 12 de outubro e 6 de novembro exclusivamente pela internet, no site http://editais.cultura.ce.gov.br/.

Poderão se inscrever neste edital pessoas físicas, maiores de 18 anos, domiciliadas no estado do Ceará há pelo menos dois anos e com atuação no campo artístico cultural de pelo menos dois anos, dentro ou fora do estado. E pessoas jurídicas de direito privado, sem fins lucrativos, com sede e foro no estado do Ceará há pelo menos dois anos e que apresentem expressamente em seus atos constitutivos finalidade ou atividade de cunho artístico e/ou cultural.

A seleção

O processo seletivo ocorrerá em duas etapas: habilitação e avaliação e seleção da proposta. A habilitação é uma etapa de caráter eliminatório, realizada por uma Comissão de Habilitação formada por integrantes da equipe da Secult, para verificação das condições de participação, das informações e documentação exigida, conforme estabelecido no Edital. A avaliação e seleção da proposta é também de caráter eliminatório e classificatório, em que é realizada a análise técnica dos projetos por uma Comissão de Avaliação e Seleção para cada linguagem, instituída pela Secult.

 

LINGUAGEM

VALORES

Nº DE PROJETOS

ARTES VISUAIS

R$ 1.039.500,00

32

  CIRCO

R$ 630.000,00

29

DANÇA

R$ 1.000.000,00

28

FOTOGRAFIA

R$ 462.000,00

18

HUMOR

R$ 500.000,00

28

LITERATURA

R$ 802.000,00

54

MÚSICA

R$ 1.104.000,00

40

PRÊMIO ALBERTO NEPOMUCENO

R$ 120.000,00

22

PRÊMIO PEDRO BOCA RICA DE TEATRO DE BONECOS

R$ 199.992,00

12

TEATRO

R$ 1.000.000,00

30

TOTAL PROJETOS 

                                                                            293

COMISSÕES DE PARECERISTAS

R$ 240.609,60

62

TOTAL

R$ 7.098.101,60

Informações

A Secult disponibiliza atendimento aos proponentes em dias úteis, das 8 às 17 horas, durante o período de inscrição, através do email e pelos telefones (85) 3101-6763 / 3101-6740.]

Você também pode gostar: