PUBLICIDADE
Tecnologia
Noticia

Ouça áudio de novo golpe no WhatsApp que viralizou nas redes sociais; saiba como se prevenir

A ativação da confirmação de duas etapas no aplicativo pode ser uma forma de se proteger dos golpistas

10:40 | 29/07/2020
Aplicativo é um dos mais populares do gênero no País. (Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil)
Aplicativo é um dos mais populares do gênero no País. (Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil)

Nova tentativa de golpe está sendo aplicada por criminosos por meio do WhatsApp, o aplicativo de mensagens instantâneas mais popular do Brasil. Em ligação com uma potencial vítima divulgada nas redes sociais, o golpista chegou a explicar como a ação é feita e disse que consegue arrecadar valor em dinheiro elevado em duas semanas — quantia que é depositada na conta de laranjas.

Ouça a tentativa de golpe:

O golpe pretende clonar o WhatsApp da vítima e pedir dinheiro para familiares e amigos, se passando pela identidade da pessoa que sofreu a ação. Para iniciar o procedimento, os criminosos se passam por funcionários de empresas de anúncios, como a OLX e o Mercado Livre, e informam que um anúncio feito pela vítima está duplicado, sendo um deles com valor inferior ao original.

“Esse outro anúncio com valor menor pode se tratar de um erro robótico em nossa plataforma ou uma suspeita de fraude, o que vem acontecendo muito. Nós queremos ter a sua autorização para fazer a exclusão do anúncio com o valor menor”, diz o golpista. A partir desse ponto, a vítima é solicitada a informar um código que recebeu via SMS para suposta confirmação da exclusão. Os números, no entanto, correspondem a um código de confirmação do WhatsApp, necessário para iniciar a conta em um novo aparelho.

A ação pode ter consequências penais, decorrente de ações como estelionato, organização criminosa e lavagem de dinheiro. Caso tenha caído no golpe, recomenda-se que a vítima reinstale o aplicativo no seu celular e entre em contato com o suporte do WhatsApp para desativar a conta ativada pelo golpista. Isso pode ser feito através do e-mail [email protected]

Prevenção

Para começar, é importante sempre ficar atento a pedidos de ajuda financeira, ainda que venham de parentes ou amigos próximos. Uma ligação telefônica ou um áudio no aplicativo podem ajudar a verificar se o pedido é verídico. Informar para sua rede de contatos sobre a recorrência da aplicação do golpe também pode ser útil.

Outra medida de segurança é a ativação da confirmação de duas etapas no aplicativo. Além do código enviado por SMS, o usuário também deverá informar um código de seis dígitos, definidos por ele. Para isso, acesse o menu de três pontos no canto superior direito do aplicativo. Nele, entre nas configurações e vá para “Confirmação em duas etapas”.

Em contato com O POVO, a OLX informou que não solicita códigos dos clientes e recomenda que as negociações sejam realizadas somente pelas ferramentas da própria plataforma. Confira a nota na íntegra:

A OLX informa que não solicita código de verificação ou senhas para nenhum usuário e recomenda que as negociações aconteçam via chat, na plataforma. A empresa investe continuamente em tecnologia e na comunicação de melhores práticas de compra e venda, informando seus usuários sobre como proceder em casos de tentativas de fraudes, com alertas em seus canais oficiais e redes sociais.

Dicas para não cair no golpe do WhatsApp:

- A OLX não solicita informações que permitam acesso à sua conta via chat, telefone, SMS, WhatsApp e redes sociais;

- Nunca compartilhe o código de verificação do seu WhatsApp ou outras validações de segurança que chegam em seu celular;

- O WhatsApp recomenda sempre ativar a verificação de duas etapas para prevenir esse tipo de abuso
- Mais dicas estão disponíveis no link: https://ajuda.olx.com.br/s/article/fazer-uma-venda