PUBLICIDADE
Tecnologia
Noticia

Capa de invisibilidade está mais próxima de se tornar real; entenda como

Material foi desenvolvido no Canadá por empresa especialista em camuflagem

19:30 | 25/10/2019
O Quantum funciona pelo princípio conhecido como lei de Snell, ou melhor traduzido como lei de refração
O Quantum funciona pelo princípio conhecido como lei de Snell, ou melhor traduzido como lei de refração (Foto: Divulgação)

A capa de invisibilidade não vai ser mais privilégio de Harry Potter. Uma empresa que opera em Vancouver, Canadá, desenvolveu um material semelhante ao papel que possui capacidade para esconder objetos ou pessoas posicionados atrás dele. O feito foi divulgado no início de outubro. 

O material desenvolvido por Guy Gramer se chama Quantum Stealth e não serve apenas para ocultar algo - também bloqueia o infravermelho, ultravioleta e luz comum, e as varreduras térmicas. A empresa que Gramer comanda, HyperStealth Biotecnologia, já solicitou quatro patentes do projeto.

O HyperStealth divulgou um vídeo onde explica como a tecnologia funciona. O material não requer nenhuma fonte de energia, o seu uso é quase ilimitado. De acordo com o The Telegraph, a empresa afirma que um pedaço de do material pode funcionar em qualquer ambiente, em qualquer estação, a qualquer hora do dia ou da noite, algo que nenhuma outra camuflagem é capaz.

O Quantum funciona pelo princípio conhecido como lei de Snell, ou melhor traduzido como lei de refração, que basicamente é o desvio angular sofrido por um raio de luz ao passar para um meio com índice de refração diferente do qual ele estava percorrendo. É o efeito que faz as piscinas parecerem mais rasas do que são.

A patente da capa demonstra 13 tipos de material, que o torna utilizável em outros projetos, como a amplificação do painel solar; criação de imagens holográficas; e uma nova maneira de manipular o laser. Até agora não há informações sobre preço e disponibilidade do produto, infelizmente.