Guimarães diz estar "de bem" com Zé Airton, que responde: "Foi o Camilo que pediu"

Declarações surgem após diversas críticas e acusações trocadas ao longo dos anos

Lideranças petistas do Ceará, os deputados federais José Airton Cirilo e José Guimarães afirmam estar “de bem”, após diversas críticas e trocas de acusações ao longo dos anos.

A “harmonia” foi citada por Guimarães, na manhã desta sexta-feira, 14, em evento no Palácio da Abolição, em Fortaleza, que contou com a presença do ministro da Educação Camilo Santana (PT) e de outros políticos cearenses, dentre eles o próprio Zé Airton.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Durante fala no púlpito, Guimarães agradecia às presenças na ocasião, quando foi interrompido por alguém que pediu um agradecimento a Airton. Guimarães respondeu: “Cadê o Zé Airton, está aqui também? Companheiro Zé Airton! É importante para vocês, nós estamos de bem, eu e o Zé Airton. Trabalhando juntos. Né, Zé Airton?”, disse o líder do Governo Lula na Câmara dos Deputados.

A fala provocou aplausos e risos do público. Com o chamado, Airton se encaminhou até Guimarães e complementou a fala do companheiro de partido, em tom de brincadeira, citando como responsável pela união, o ministro Camilo Santana. “Foi o Camilo que pediu, viu?”, disse.

“Foi o Camilo que pediu, ‘tá bom. E o Camilo me fez outro pedido que vou resolver essa semana”, rebateu Guimarães, sem maiores detalhes.

Zé Airton e Guimarães são grandes forças dentro do PT. Airton lidera o “Movimento PT Ceará e Fortaleza”, segundo maior em Fortaleza. Guimarães coordena as movimentações do Governo na Câmara, além de ser um articulador nas campanhas do interior do Ceará.

A liderança de Guimarães no Parlamento já foi alvo constante de declarações de insatisfação por parte de Airton.

Dentre as críticas, em meados do ano passado, ele afirmou ao O POVO que as dificuldades que o governo tinha, na época, em articulações nas Casas Legislativas, Câmara e Senado Federal tinham um motivo. Elas seriam um reflexo da insatisfação dos parlamentares com Guimarães e ainda com o ministro Alexandre Padilha, secretário de Relações Institucionais da Presidência.

Em novembro, o deputado ainda disse que Guimarães “só pensa nos seus interesses filiando todo tipo de gente sem critério e quer criar dificuldade para um quadro do quilate do Cid.”

Em 2021, antes do racha entre PT e PDT, os dois já se encontravam em lados opostos. José Airton, ao lado da deputada Luizianne Lins, fazia parte do grupo de petistas a favor de que a cabeça de chapa para o Governo do Ceará fosse encabeçada pelo PT. Já Guimarães não era contrário a entregar a cabeça de chapa para um nome do PDT, dos Ferreira Gomes.

com informações do repórter Vítor Magalhães

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Camilo Santana José Guimarães PT Câmara dos Deputados Governo Lula

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar