Participamos do

PSDB Ceará filia nomes para compor chapa de deputado estadual nesta quarta, 23; veja lista

Deputado Gordim Araújo e o suplente Delegado Diego chegam ao partido, que também apresentou outros nomes que devem concorrer em 2022
12:16 | Mar. 23, 2022
Autor Filipe Pereira e Vitor Magalhães
Foto do autor
Filipe Pereira e Vitor Magalhães Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O PSDB Ceará realizou na manhã desta quarta-feira, 23, evento de filiação, com a presença da chapa de pré-candidatos a deputado estadual nas eleições de outubro próximo. Entre os nomes que chegam para compor os quadros tucanos estão o deputado estadual Gordim Araújo, vindo do Patriota, e o suplente de deputado Delegado Diego, que veio do PTB.

Dentre os novos e velhos filiados que devem disputar vaga na AL-CE em outubro deste ano, estão personagens conhecidos no cenário político cearense e outros nomes ligados a políticos tradicionais como o senador Tasso Jereissati (PSDB), que já anunciou o encerramento da sua participação em disputas eleitorais.

Os tucanos anunciaram, por exemplo, que Denisio Pinheiro, assessor parlamentar de Tasso, será pré-candidato a uma vaga na Assembleia. Na lista, também chegam ao partido oapresentador televisivo e deputado suplente Ferreira Aragão, após anos no PDT, além do também suplente Diego Lima, ex-filiado do PV.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

O vereador Jorge Pinheiro (Fortaleza) e a secretária de governo de Caucaia, Emília Pessoa, que já compõem os quadros do PSDB, também foram anunciados como pré-candidatos a deputado estadual pela legenda. A tucana disputou a prefeitura de Caucaia em 2020, mas não chegou ao segundo turno.

Na última segunda-feira, 21, o senador Chiquinho Feitosa (PSDB) se filiou ao partido em evento com presença de asso Jereissati (PSDB), de quem ele é suplente. Segundo Feitosa, os tucanos permanecerão alinhados com o grupo do governador Camilo Santana (PT) e do senador Cid Gomes (PDT). 

Ausente no evento de filiações por cumprir agente em viagem externa, Chiquinho também confirmou sua pré-candidatura a deputado federal pelos tucanos. Segundo o ex-senador Luiz Pontes, que deixará o comando do diretório cearense do PSDB para Feitosa, a meta é fazer quatro deputados estaduais e três federais em 2022.

Durante as filiações, o atual dirigente da legenda afirmou que passará seu cargo para o correligionário no fim de abril. Como a legislação determina que o filiado só assuma o partido após 30 dias da sua entrada na legenda, inicialmente, Chiquinho deve atuar na presidência uma comissão provisória. 

Segundo o Pontos, apesar do apoio já pensado para o candidato do PDT na disputa ao governo estadual, as negociações estarão abertas aos outros partidos. "Vamos conversar com todos os partidos. Temos essa afinidade grande om o PDT, mas por ter essa afinidade grande não quer disser que isso é prego batido e ponta virada. Nós temos que conversar com os novos filiados, nós temos que conversar com a bancada federal, a bancada estadual, os municipais e os diretórios", afirmou. 

Nas eleições deste ano, a meta do PSDB-CE é eleger pelo menos quatro deputados estaduais e outros três federais. Mesmo já garantindo uma ampla chapa de pré-candidatos, a direção da sigla no Ceará ainda deve seguir com mais negociações nas próximas semanas, antes do fim das janelas partidárias. 

Com informações do repórter Filipe Pereira.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Leia Mais.

Aceitar