Participamos do

Ciro evita falar sobre eleições durante encontro do Conselho de governadores do Ceará

Questionado sobre a sucessão estadual e sobre a o candidato do PDT que representará o grupo, ele sinalizou que não era o momento para o debate
13:39 | Mar. 21, 2022
Autor Vítor Magalhães
Foto do autor
Vítor Magalhães Repórter de Política
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O ex-governador do Ceará e atual presidenciável Ciro Gomes (PDT) evitou falar sobre o andamento de articulações políticas para as eleições de 2022, nesta segunda-feira, 21, durante a primeira reunião do Conselho de Governadores do Ceará que ocorreu esta manhã no Palácio da Abolição, em Fortaleza. Também estiveram presentes o governador Camilo Santana (PT), a vice-governadora Izolda Cela e os ex-governadores Cid Gomes (PDT), Tasso Jereissati (PSDB), Lúcio Alcântara, Francisco Aguiar e Gonzaga Mota.

Na ocasião, Ciro disse que, sob a liderança de Camilo, o Ceará dá um “exemplo para o Brasil” em relação ao diálogo entre diferentes atores políticos. Questionado sobre a sucessão do petista e sobre a escolha do candidato do PDT que representará o grupo, ele sinalizou que não era o momento para o debate.

“Veja a grandeza do momento que o Camilo Santana está nos dando (...) Esse não é o momento de pensar em divergência, que é natural do processo eleitoral, o momento agora é de afirmar convergências”, afirmou o presidenciável.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Ao ser questionado sobre eventual união da chamada terceira via para a disputa nacional em 2022, sugerida por nomes como João Doria (PSDB-SP), Ciro pontuou: “Vejam a grandeza do momento que estamos vivendo no Ceará. Nós estamos agora aproveitando esse momento para dialogar sobre o futuro do Ceará e dar um exemplo para o Brasil”.

Por fim, ao ser perguntado sobre relações nacionais com o União Brasil, partido que deverá ser presidido, no Ceará, pelo deputado federal e opositor Capitão Wagner (Pros), o pedetista repetiu as respostas anteriores: “Vejam a grandeza do momento que nós estamos vivendo” (risos) e finalizou a coletiva.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags