Participamos do

Eleição em Jaguaruana: município define novos prefeito e vice neste domingo, 7

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE), o desembargador Inacio de Alencar Cortez Neto e outros membros da corte acompanham a eleição suplementar presencialmente e visitam locais de votação
13:39 | Nov. 07, 2021
Autor Vítor Magalhães
Foto do autor
Vítor Magalhães Repórter de Política
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Eleitores do município cearense de Jaguaruana já iniciaram o processo de votação para escolher os novos prefeito e vice-prefeito, neste domingo, 7. Cerca de 27 mil pessoas estão aptas a votar nas urnas eletrônicas, distribuídas em 38 locais de votação do município. O horário de votação é o mesmo das Eleições de 2020, das 7 às 17 horas.

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE), o desembargador Inacio de Alencar Cortez Neto, e o juiz do pleno Eduardo Scorsafava estão no município onde acompanham a eleição suplementar e visitam locais de votação. Segundo o TRE-CE, o objetivo é “observar de perto o pleito e contribuir para o bom andamento dos trabalhos”.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

O eleitorado escolherá entre duas chapas. Uma delas conta com o prefeito em exercício José Elias de Oliveira, o Elias do Sargento (PCdoB), na cabeça, e Naldo Quirino (PP) na vice. A outra tem Roberto da Viúva disputando novamente o cargo máximo do Executivo local e Carlos Maia (PSB) como seu candidato a vice.

A eleição suplementar ocorre cerca de um ano após os resultados das eleições municipais de 2020, quando a Justiça Eleitoral decidiu pela cassação de Roberto Barbosa Moreira (PDT), o Roberto da Viúva, e da vice-prefeita Flávia Façanha (PSB). Em agosto deste ano, o Tribunal Superior Eleitoral entendeu que a vice de Roberto da Viúva, Flávia Façanha, não se desligou de um cargo comissionado que ocupava na Assembleia Legislativa do Ceará (AL-CE) no tempo mínimo previsto para participação nas eleições.

A situação foi determinante, já que Roberto, reeleito EM 2020, também tinha contas reprovadas no Tribunal de Contas do Estado do Ceará (TCE) referentes à gestão anterior. Mesmo eleitos, os dois não conseguiram assumir os cargos. Com isso, Elias do Sargento, presidente da Câmara Municipal, assumiu o comando Executivo do município.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags