Participamos do

"Tenho absoluta convicção do nosso posicionamento", diz André Figueiredo após votar a favor da PEC dos Precatórios

Entre os pedetistas cearenses, além de Figueiredo, Eduardo Bismarck, Leônidas Cristino e Robério Monteiro votaram a favor da PEC. Apenas Idilvan Alencar votou "não" à aprovação do texto
11:45 | Nov. 04, 2021
Autor Alice Araújo
Foto do autor
Alice Araújo Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O deputado federal André Figueiredo, presidente do PDT no Ceará, se manifestou a respeito do posicionamento da sigla em votar a favor da PEC dos Precatórios, na madrugada desta quinta-feira, 4. A bancada do PDT contribuiu com 15 votos que foram fundamentais para aprovação do texto do governo Bolsonaro. A votação dos pedetistas cearenses surpreendeu com quatro votos a favor da aprovação do texto e apenas um contra. Além de Figueiredo, Eduardo Bismarck, Leônidas Cristino e Robério Monteiro votaram a favor da PEC. Apenas Idilvan Alencar votou "não" à aprovação do texto.

André Figueiredo, que foi a favor da medida, que está sendo chamada de PEC do Calote, publicou breve declaração nas redes sociais em defesa do direcionamento do partido. Em resposta ao questionamento de um seguidor no Twitter, o parlamentar disse: “tenho absoluta convicção do nosso posicionamento”. 

Por meio de seu perfil no Instagram, André Figueiredo voltou a responder mais um seguidor que também o confrontou sobre o voto a favor. O pedetista reforçou que os membros da sigla estão “convictos” do posicionamento que decidiram adotar, e acrescentou que “acordos pró-professores” foram construídos.

“Estamos convictos das nossas posições. Construímos acordos pró-professores e mantemos nossa luta pela educação brasileira”, escreveu na rede social.

LEIA MAIS: Entenda o que é a PEC dos Precatórios, que dribla o teto de gastos e ajuda a criar o Auxílio Brasil

Ainda pelo Twitter, o deputado fez publicações se dizendo disposto a fazer uma “explanação sobre o posicionamento” do PDT. “Estou à disposição pra fazermos uma explanação do nosso posicionamento em qualquer momento em uma live ou algo semelhante”, prometeu Figueiredo.

Em outra publicação, o parlamentar salientou sua fidelidade ao partido. “Diferente de outros que se dizem arautos de uma pseudo moralidade e que estão prontos pra nos abandonar e ao nosso Ciro Gomes”, escreveu o deputado.

Nesta manhã, no entanto, o próprio Ciro Gomes, lançou uma nota em que anunciou recuo a sua pré-candidatura a presidente da República, até que o PDT reveja o apoio à PEC dos Precatórios.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags