Participamos do

Bolsonaro defende jogador de volêi Maurício Souza, expulso do Minas: "tudo é homofobia"

Souza é apoiador de Jair Bolsonaro. A fala do presidente teve como pano de fundo um post sobre uma revista em quadrinhos em que o Super-Homem se assume bissexual
16:25 | Out. 27, 2021
Autor Carlos Holanda
Foto do autor
Carlos Holanda Repórter
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ironizou o afastamento do jogador de vôlei Maurício Souza, do Minas Tênis Clube, por ele ter feito comentários homofóbicos nas redes sociais. "É só um desenho, não é nada demais. Vai nessa que vai ver onde vamos parar." A informação é do portal de notícias do UOL.

O atleta foi afastado, multado pelo clube e obrigado a se retratar. Para o presidente, "tudo é homofobia, tudo é feminismo". 

Souza é apoiador de Jair Bolsonaro. A fala do presidente teve como pano de fundo um post sobre uma revista em quadrinhos em que o Super-Homem se assume bissexual.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Expulso

O clube anunciou na tarde desta quarta-feira, 27, que Maurício Souza não é mais jogador. 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags