Participamos do

Diogo Mainardi diz que Prevent Senior tentou ocultar que Covid-19 foi causa da morte do pai

Mainardi publicou em sua coluna que a Prevent Senior teria ocultado a causa da morte do seu pai, o publicitário Enio Mainardi, comparando aos casos de Anthony Wong e Regina Hang
10:50 | Set. 28, 2021
Autor Alice Araújo
Foto do autor
Alice Araújo Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O jornalista Diogo Mainardi afirmou nesta sexta-feira, 24, em sua coluna na revista Crusoé, que a Prevent Senior tentou ocultar a real causa da morte de seu pai, o publicitário Enio Mainardi, que morreu em agosto de 2020, aos 85 anos, em decorrência de complicações causadas pela Covid-19.

O comunicador relatou que seu pai era cliente da Prevent Senior e comparou o caso com as mortes do médico Anthony Wong e de Regina Hang, mãe do empresário bolsonarista Luciano Hang. “Assim como meu pai, eles morreram de Covid. Assim como meu pai, eles estavam internados no hospital Sancta Maggiore. Assim como meu pai, houve a tentativa de ocultar a causa de suas mortes”, afirmou na coluna.

Anthony Wong, médico defensor do “Kit Covid” e Regina Hang, estão entre os nomes de pacientes que tiveram os prontuários e declarações de óbito alterados para omitir informações sobre a real causa de suas mortes, a Covid-19, como aponta um dossiê entregue à CPI da Covid. O documento traz diversas denúncias contra a Prevent Senior, tanto no tratamento da empresa aos pacientes com a doença, quanto indicando as alterações de prontuários.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

De acordo com Diogo Mainardi, a médica Nise Yamaguchi estaria envolvida nas tentativas de acobertar a causa da morte de seu pai, e teria inclusive divulgado mentiras a respeito do caso. Yamaguchi é suspeita de integrar um "gabinete paralelo" de aconselhamento ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) com outros nomes que defenderam o uso de medicamentos sem comprovação científica.

“Nise Yamaguchi, a principal animadora do gabinete paralelo do Ministério da Saúde, encarregou-se pessoalmente de espalhar falsidades sobre ele (o pai de Mainardi) em grupos de WhatsApp. Na véspera de sua morte, conversei com a médica que o atendia na UTI. Ela disse que o vírus havia atingido seu rim (ele só tinha um). Ele disse também que, com toda a probabilidade, meu pai havia sido infectado no próprio hospital, depois de ser internado com uma pneumonia”, relatou.

O jornalista declarou que o motivo de não ter falado antes a respeito da Prevent Senior seria para evitar que o nome de seu pai “fosse novamente conspurcado pelos bolsonaristas, que o usaram para acobertar seus crimes”. Mainardi também reforça que só decidiu escrever a respeito, após a CPI da Covid acusar a Prevent Senior de ter fraudado os atestados de óbito de Wong e Hang.

Por fim, o comunicador declarou que é preciso intervir judicialmente na Prevent Senior e afastar sua diretoria. “Essas duas fraudes refletem algo ainda mais pavoroso: a perversão assassina que acometeu o Brasil durante a epidemia, em que a insanidade bolsonarista foi manobrada por um bando de quadrilheiros, a fim de ocultar 600 mil mortes na vala comum da idiotice e da barbárie. O dever de todos aqueles que, como eu, perderam seus afetos para o vírus é revirar seus cadáveres e trancar os criminosos na cadeia", concluiu.

Em resposta, a Prevent Senior disse apenas lamentar a tristeza do colunista, mas reafirmou nunca ter escondido ou subnotificado óbitos.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags