Participamos do

CPI da Covid aprova convocação de Luciano Hang; depoimento é marcado para quarta, 29

A comissão investiga o envolvimento do aliado do presidente Jair Bolsonaro na defesa e disseminação do chamado "kit Covid"
11:03 | Set. 23, 2021
Autor Filipe Pereira
Foto do autor
Filipe Pereira Repórter de Política
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A CPI da Covid no Senado aprovou nesta quarta-feira, 23, a convocação do empresário bolsonarista Luciano Hang. O depoimento do proprietário da rede de lojas Havan está marcado para ocorrer já na próxima quarta-feira, 29 de setembro. Segundo o presidente da comissão, senador Omar Aziz (PSD-AM), "como patriota", Hang vai “colaborar muito” com as investigações do colegiado.

“Ele como um patriota, como um brasileiro que demonstra ser, e que participou ativamente nas discussões de tratamento precoce, com certeza ficará muito feliz em vir aqui na CPI para contribuir na investigação”, disse Aziz. 

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

A comissão investiga o envolvimento do aliado do presidente Jair Bolsonaro na defesa e disseminação do chamado "kit Covid", conjunto de medicamentos sem comprovação científica contra o coronavírus. Nesta terça-feira, 22, a CPI mostrou um prontuário médico que indica o uso dos remédios pela mãe do empresário. Apesar de um dossiê elaborado por médicos indicar que declaração de óbito de Regina Hang “foi fraudada”, o filho nega a utilização das drogas por sua parente. 

Como aliado do presidente, Hang tem participado ativamente dos atos pró-governo. Em maio, Bolsonaro esteve com o empresário em uma carreata para inaugurar a Ponte Abunã, sobre o Rio Madeiro, em Rondônia. Durante o evento, o chefe de Estado guiou uma moto e levou o amigo, mas nenhum dos dois usaram capacete, o que é caracterizado como "infração gravíssima" no Código de Trânsito brasileiro (CTB).


 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags